Enquanto a maioria dos moradores de Araucária comemoravam a chegada de 2007 com seus familiares, algumas pessoas tiveram que trabalhar para garantir que outros pudessem festejar. É o caso, por exemplo, dos funcionários do pronto atendimento NIS III, que ficou de prontidão para atender possíveis acidentes na virada do ano. Ao todo, mais de 30 pessoas – entre serventes, enfermeiros, auxiliares e médicos – deram plantão no NIS.
A Polícia Militar também deixou parte de seu efetivo de prontidão. Tudo para procurar garantir a segurança nas comemorações de passagem de ano. As empresas de segurança particular também ficaram alertas para atender seus clientes.
Farmácias, empresas de taxis, Copel, Sanepar, Corpo de Bombeiros, entre outros, também se mantiveram alertas para atender a população. No final, com a exceção de alguns casos isolados, a chegada de 2007, aconteceu de forma tranqüila.

VEJA TAMBÉM

A ética dos propagadores de fake news

O título desta crônica é provocativo, pois vivemos num tempo onde cada um é induzido a acreditar na sua fake news de preferência através da

Casa Bem Acabada

Iéste negócio da gente se meter a rabequista das véis dando o maior dos problema!! Sobrinha Roseli se achegando com cara cheia de felicidade contanto

Compartilhe