Mais blitz no “busão”

Os assaltantes não deram trégua e continuam atacando os ônibus do transporte coletivo que fazem