A abertura da exposição de telas No mar da minha angústia encontrei a bonança nas águas e nos peixes multicoloridos da tua existência, do artista plástico Luiz Arthur Montes Ribeiro, abriu dia 13, no Museu Tingüi-Cüera. As obras ficarão expostas até o dia 26 de agosto. Toda sexta-feira, durante o período da exposição, Luiz Arthur fará uma leitura performática, com duração de 30 minutos.

O artista nasceu na cidade de Ponta Grossa, Paraná. Atualmente vive e trabalha em Curitiba. É Mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Tem especialização em Língua e Literatura Inglesa e Norte-Americana, pela Universidade Tuiuti do Paraná e Artes Plásticas, pela Faculdade de Artes do Paraná.

Possui nove livros publicados nas áreas de poesia, educação e arte, incluindo sua tese de mestrado e anais em congresso. Na Arte e na Cultura, foi o fundador do Fórum Permanente de Cultura do Paraná. É artista plástico, ator, escritor e curador. Já realizou inúmeras exposições coletivas e individuais nacionais e internacionais, na Espanha e em Moçambique.

VEJA TAMBÉM

Compartilhe