Candidatos ao CT reclamam de reprovação

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

A reprovação no teste psicológico do processo de seleção para conselheiro tutelar de Araucária causou indignação nos candidatos Alcides José Padilha e Lairton Antônio da Silva. Segundo eles, há cerca de um mês eles haviam sido submetidos ao mesmo teste e foram considerados aptos. “Como é que pode termos sido considerado aptos há trinta dias e agora termos sido reprovados?”, questiona Lairtom.
Sobre o assunto, a diretora geral da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), Fabíola Karas, explicou que, como o processo seletivo para escolha dos conselheiros tutelares teve que ser anulado, a novo teste psicológico teve seu grau de dificuldade aumentado. “O primeiro e o segundo testes são completamente diferentes. E, infelizmente, neste segundo, esses dois candidaktos foram considerados ‘contra-indicados’ para o cargo de conselheiro e não puderam avançar no processo”, destacou.

Liminar
Inconformados com a decisão da comissão que organiza a eleição para o Conselho Tutelar, Alcides e Lairton recorreram à Justiça e, segundo eles, no início da noite desta segunda-feira, dia 21, foi concedida uma liminar permitindo que ambos sigam na disputa por uma das cinco vagas de conselheiro.