CMT quer mais cursos profissionalizantes

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Na próxima quinta-feira, dia 25, às 15 horas, o Conselho Municipal do Trabalho e Emprego vai se reunir com sindicatos e empresas prestadoras de serviços e montagem na Petrobras para discutir sobre a implantação de cursos profissionalizantes e empregabilidade.

A reunião acontece na sede do Sindimont, localizado na Rua Dr. Vital Brasil, 291, bairro Estação. “Além dos assuntos da pauta, pretendemos marcar uma nova reunião na Repar, para dar continuidade aos assuntos já debatidos na reunião do dia 3 de março, que foi muito produtiva”, comentou Antonio Lemos do Prado, presidente do Conselho.

Sobre a reunião

A reunião do dia 3 de março, realizada nas dependências da Repar, reuniu representantes da refinaria; CUT; Sindimont; Sindemon; Sintracom; Aeciar; Secretaria Municipal do Trabalho; Fundacen e Consórcios CCPR, Conpar e Interpar.

Na ocasião, o vice presidente do Conselho do Trabalho, Merialdo Jonavir de Paiva, criticou a maneira como estão sendo conduzidas as contratações dos trabalhadores. “Houve um comprometimento muito antes do início das obras e isto não aconteceu, por isso estamos pleiteando estes cursos profissionalizantes, para dar uma oportunidade aos trabalhadores da cidade”, disse.

O presidente do CMT, Antonio Lemos, por sua vez, propôs que o Sindimont, em parceria com a Petrobras e empresas terceirizadas, alugue um imóvel para iniciar, de imediato, os cursos profissionalizantes. Sugeriu ainda que a Fundacen apoie esta iniciativa.