Dois jovens baleados na calçada

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email
Na noite de terça-feira, dia 18, o garupa de uma motocicleta de cor escura passou atirando pela Rua Begônia, no Jardim Tupy, no Bairro Campina da Barra. Ele teria mirado contra o jovem Maclinn dos Santos, 19 anos, que estava próximo à esquina com a Rua Crisântemo, conversando com a namorada e uma amiga. Dois tiros acertaram o alvo: um pegou no lado esquerdo das costas do rapaz e outro no braço direito. Mas uma terceira bala feriu a amiga dele no braço esquerdo, causando-lhe uma fratura.

Socorro

Socorristas do Siate prestaram atendimento pré-hospitalar aos dois baleados e os transportaram primeiro ao Pronto Socorro do NIS III, de onde eles foram transferidos para o Hospital Municipal de Arucária (HMA). Policiais militares da 2ª Companhia do 17º Batalhão registraram a ocorrência. De acordo com o boletim, no local do crime, transeuntes disseram que os autores residiriam no Jardim. Os PMs fizeram patrulhamento nas proximidades, mas não tiveram êxito em localizá-los.

Investigação

De acordo com a Polícia Civil, no Hospital, Maclinn contou que, quando começaram os disparos, ele saiu correndo, sem saber por que estavam atirando, e a amiga dele também não soube informar quem havia atirado. Contudo, os policiais tiveram informações de que há cerca de sete meses Maclinn estava recebendo ameaças de um rapaz. E este que o ameaçava é que teria atirado, enquanto outro jovem pilotava a moto, que seria de um terceiro, menor de idade.
“Maclinn tem passagem na Delegacia por tráfico de drogas e por roubo de veículo. E este menor também é conhecido da Polícia, tem envolvimento no homicídio de uma garota de 15 anos, ocorrido em abril do ano passado, e também com a traficância. Acreditamos que se trate de uma desavença entre grupos já rivais”, explica o delegado titular, Rubens Recalcatti. “Estamos ouvindo algumas pessoas e juntando provas contra os suspeitos”, ele assegura.