Educadores vieram conhecer os trabalhos que são desenvolvidos em Araucária

O Plano de Formação Continuada na Educação Infantil de Araucária e seu desenvolvimento na prática pedagógica foram apresentados a diversos municípios da região metropolitana na terça-feira, dia 19.

O evento foi promovido pela Secretaria Municipal de Educação, com a participação de coordenadoras e diretoras de Campo Largo, Campo do Tenente, Contenda, Fazenda Rio Grande, Mandirituba, Piên, Quitandinha, São José dos Pinhais, Tijucas do Sul, além do Núcleo Regional de Ensino – Área Metropolitana Sul.

A diretora geral da SMED, Irene Zanon, expôs durante o encontro a organização da Educação Infantil em Araucária e a concepção que embasa o trabalho realizado. “Essa troca de experiências é essencial, pois as participantes puderam conhecer o trabalho realizado dentro de cada CMEI pelas professoras e atendentes infantis e como acontece a formação das profissionais que atuam nesta área da educação”, disse ela.

Também foram apresentadas experiências adquiridas com a exposição de trabalhos apresentados nas Socializações de Práticas Pedagógicas feita pelas profissionais dos CMEIs entre os dias 6 e14 de junho, um dos destaques da formação proposta pela SMED.

“A exposição reuniu os encaminhamentos realizados no cotidiano dos CMEI’s, trabalhos esses que têm se tornado cada vez mais significativos e que vêm fazendo a diferença para as crianças de quatro meses a cinco anos que freqüentam os CMEI’s”, explica a diretora do Departamento de Educação Infantil, Deisi Mikosz.

As representantes visitaram os CMEI’s Bela Vista, Manuel Bandeira e Santa Clara, sendo este último recém inaugurado pela atual administração. “Todas parabenizaram a preocupação que o prefeito Olizandro Ferreira tem com a educação”, observa Deisi.

A programação foi encerrada com a visita das participantes à sede da Secretaria Municipal de Educação, que se reunirão nos próximos meses para continuar com a troca de experiências.

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

A ética dos propagadores de fake news

O título desta crônica é provocativo, pois vivemos num tempo onde cada um é induzido a acreditar na sua fake news de preferência através da

Casa Bem Acabada

Iéste negócio da gente se meter a rabequista das véis dando o maior dos problema!! Sobrinha Roseli se achegando com cara cheia de felicidade contanto

Compartilhe