Famílias carentes são o foco do Programa
Famílias carentes são o foco do Programa

Até outubro do ano passado, mais de três mil lares de Araucária já haviam sido beneficiados pelo programa Família Paranaense, carro-chefe das políticas de combate à pobreza no Governo Estado.
O programa é coordenado pela Secretaria da Família e Desenvolvimento Social e reúne ações intersetoriais, divididas em quatro modalidades: Municípios Prioritários; Adesão Espontânea; Atenção às Famílias dos Adolescentes Internados por Medida Socioeducativa (Afai) e Renda Família Paranaense.
Das quatro modalidades, Araucária participa de apenas uma delas: o Renda Família Paranaense. Isto porque a Prefeitura nunca quis aderir ao programa. No final do ano passado, inclusive, a secretária da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, participou de um encontro com prefeitos eleitos para reforçar a importância do projeto e incentivar os novos gestores a encampá-los. “A parceria com os municípios é essencial para o sucesso do Família Paranaense. Por isso fazemos questão de que os novos prefeitos conheçam de que forma eles podem atender as famílias em situação de risco e vulnerabilidade social, de forma integral, para que elas realmente alcancem o seu desenvolvimento social e econômico”, comentou à época.
Renda Família Paranaense
Até novembro do ano passado, haviam sido destinados mais de R$ 97 milhões a 244 mil famílias de todo o Estado atendidas neste eixo do programa. Só de Araucária eram 2.543 contemplados, sendo que o repasse chegou a mais de R$ 500 mil neste período.
Outra ação do gove­rno do Estado na área de assistência social presente na cidade é o Luz Fraterna, que entre janeiro e outubro do ano passado já havia beneficiado com a isenção da tarifa da Copel 1.625 lares araucarienses. São enquadradas no programa todas aquelas famílias com renda per capita de até meio salário mínimo e consumo mensal de energia elétrica até 120 kWh.
Texto: WALDICLEI BARBOZA / Foto: Everson Santos

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

Sessões da Câmara voltam a ser presenciais

Depois de algumas semanas sendo realizadas remotamente, as sessões da Câmara de Vereadores voltaram a acontecer presencialmente nesta terça-feira, 29 de março. Porém, como o

Compartilhe

Share on twitter
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp