O professor de Filosofia e Ética da Faculdade Educacional de Araucária (Facear), Everson Nauriski, foi demitido por justa causa ontem, dia 9. A informação é do diretor da faculdade, Murilo Martins Andrade.

O que motivou a demissão do docente foi o protesto de estudantes da Facear, realizado durante a sessão plenária da Câmara, segunda-feira, dia 6. A manifestação teria sido organizada pelo professor, que retirou os alunos da instituição em horário de aula e utilizando ônibus da própria faculdade.

Em nota oficial, a Facear informou que o professor solicitou autorização para trazer os alunos até a Câmara a fim de acompanhar como funciona o parlamento municipal e não para fazer protesto contra as denúncias de existência de CCs fantasmas na Câmara e na Prefeitura. “Repudiamos a atitude do professor Everson Nauroski em utilizar aulas da Facear, ônibus da Facear e o nome da Facear para a realização destes protestos”, diz a nota.

VEJA TAMBÉM

Compartilhe