Araucária PR, , 13°C

Petrobras traz peças gigantes para Araucária

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Petrobras traz peças gigantes para Araucária

Transporte das peças gigantes vindas de Paranaguá ainda não acabou e 
as maiores deverão chegar nos próximos dias

Uma operação engenhosa foi preparada para que a Petrobras fizesse o transporte, de Paranaguá para Araucária, de parte dos módulos que integrarão a nova Unidade de Reforma Catalítica da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar). Os equipamentos vieram de navio de Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes, e estavam armazenados no cais do Porto de Paranaguá desde o início de dezembro. 

Segundo informações da Petrobras em Paranaguá, já foram transportados para Araucária quatro dos sete módulos. São peças de 16 metros de comprimento, 3,80 metros de largura, 4 metros de altura e pesando 30 toneladas, que compõem os equipamentos de acesso à unidade (escadarias). Outros sete contêineres com o restante dos acessórios também já estão na Repar. 

A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) providenciou o alargamento de um dos portões de acesso à faixa portuária para permitir a saída das peças. 

Tudo tranquilo

A concessionária Ecovia – que administra a BR-277 entre Paranaguá e Curitiba – informou, por meio da assessoria de imprensa, que não houve transtornos maiores para o transporte na subida da Serra do Mar, a não ser pequenos trechos de lentidão no trânsito. 

Nos momentos em que se formavam filas de veículos, os caminhões que transportavam as peças iam para o acostamento para liberar o fluxo. 

Já para o transporte dos outros três módulos maiores, que permanecem no cais do Porto de Paranaguá, a operação será mais complexa. Os equipamentos têm 26 metros de comprimento, 8 metros de largura, 8,5 metros de altura e pesam entre 120 e 140 toneladas. Há trechos em que será necessário, por exemplo, elevar os fios da rede elétrica. 

Uma reunião entre Petrobras, Ecovia, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e outros órgãos envolvidos foi realizada ontem, dia 22, onde foram acertados os últimos detalhes para o transporte dessas cargas.

Foto: Divulgação AE Notícias