11 anos após o crime, acusado de homicídio vai à júri popular

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

A Justiça de Araucária marcou para esta quinta-feira (15/06), mais uma sessão do Tribunal do Júri. Quem sentará no banco dos réus é Mauro Sérgio Matias Ferreira da Silva, acusado de matar com quatro tiros o frentista Jackson José Pikissius em 2012.

Segundo consta na denúncia do Ministério Público, o crime aconteceu na madrugada do dia 24 de novembro de 2012, por volta das 03h20min, em um posto de combustíveis localizado na Avenida Archelau de Almeida Torres, no bairro Iguaçu. Neste dia, o denunciado Mauro Sérgio se dirigiu até o local de trabalho da vítima e, sem que esta pudesse esboçar qualquer reação, passou a efetuar vários disparos de arma de fogo.

Ainda conforme a denúncia, a vítima, que estava trabalhando, foi surpreendida pelo denunciado, o que impossibilitou sua defesa. Após ser atingido pelos tiros, Jackson acabou entrando em óbito e o laudo apontou lesões cranioencefálicas.

Edição n. 1367

Compartilhar
PUBLICIDADE