Pesquisar
Close this search box.

5 filmes sobre inteligência artificial

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

O cinema já vem explorando diferentes realidades em que a humanidade e as máquinas interagem.
O conceito de inteligência artificial (AI, em inglês) não é novo, mas está mais atual do que nunca. O lançamento do ChatGPT movimentou diversos segmentos no mundo todo, com um sistema que responde às perguntas do usuário com base nas informações disponíveis na internet até 2021. Desenvolvido pela empresa OpenAI, a sigla do nome do modelo de linguagem significa “Generative Pre-trained Transformer”, ou Transformador pré-treinado generativo, em tradução livre. Ou seja, basta fazer uma pergunta e o sistema traz uma resposta em questões de segundos.

A relação entre máquina e homem já vem sendo abordada há algum tempo pela sétima arte, em filmes de diferentes abordagens ao longo dos anos. A coordenadora do Ensino Médio do Colégio Marista Sagrado Coração de Jesus, Rosangela Dambroski dos Santos, afirma que o interessante é refletir sobre diferentes possíveis futuros e as relações éticas nesses cenários. “A substituição do homem pela máquina sempre foi um assunto recorrente, com diversos avanços ao longo da história. No entanto, a sensibilidade humana, a inteligência emocional e a capacidade de crítica são elementos que não podem ser replicados por nenhum sistema. É esse tipo de inteligência que devemos reforçar e estimular cada vez mais”, pondera.

Aqui estão alguns filmes famosos sobre inteligência artificial:

“Ela” (2013)

Um retrato romântico da interação entre homens e máquinas, ou neste caso, sistemas operacionais. No filme, o escritor Theodore Twombly (Joaquin Phoenix) se recupera do fim de seu relacionamento quando conhece o sistema operacional personalizado dotado de inteligência artificial. Com a convivência próxima e íntima, ele logo se apaixona por Samantha, como é chamada. Como se fosse um relacionamento à distância, eles vivem em uma realidade distópica, mas cada vez mais possível.

“O exterminador do futuro” (1984)

Em um futuro próximo, em que as máquinas dominam o mundo e humanos são subjugados, há uma guerra entre os dois lados. Para resolver essa questão, um andróide (Arnold Schwarzenegger) é enviado ao passado para matar a mãe do líder dos rebeldes. Mas os humanos também enviam um representante para protegê-la e garantir o futuro da humanidade.

“The Matrix” (1999)

Um clássico que revolucionou a ficção científica e métodos de filmagem na época, ainda é relevante e estimula reflexões. Neo (Keanu Reeves) é um hacker que é chamado ao movimento de resistência na luta contra a dominação das máquinas. Tido como um messias, escolhido para libertar a humanidade, ele passa por diversas provações, em que duvida até de si mesmo, para salvar seus companheiros e se confirmar como o escolhido.

“A.I. Inteligência Artificial” (2001)

O longa de ficção científica de Steven Spielberg, com base em um projeto de Stanley Kubrick, trata da possibilidade de máquinas terem sentimentos. Em um futuro pós apocalíptico, uma empresa cria um robô em forma de criança, batizado de David. Ele é programado para substituir o filho de um casal e amá-los para sempre, mas acaba tragicamente em um mundo em que máquinas de todos os tipos tentam sobreviver à mercê da sociedade.

“Blade Runner O caçador de andróides” (1982)

O longa se passa no futuro, em 2019, quando robôs mais fortes, ágeis e inteligentes que os humanos são usados como escravos na colonização em outros planetas. Quando um grupo deles faz um motim, policiais de elite chamados de Blade Runner, são convocados para acabar com qualquer tipo de androide. Quando cinco deles chega à Terra, um ex-Blade Runner (Harrison Ford) tem a missão de caçá-los.