Esta é a sexta redução consecutiva no valor da tarifa desde 2018. Foto: Marco Charneski

Desde a madrugada desta quinta-feira, 16 de dezembro, os usuários do transporte coletivo municipal já estão pagando apenas R$ 1,70 para andar em qualquer uma das linhas do sistema TRIAR.

A redução da tarifa de R$ 1,95 para R$ 1,70 foi confirmada pelo prefeito Hissam Hussein Dehaini (Cidadania) no início da semana e o decreto que fixou o novo valor foi publicado em edição suplementar do Diário Oficial do Município já na terça-feira (14).

Os 25 centavos a menos no valor da tarifa significam uma redução da ordem de 12,82% e é sexta consecutiva vivenciada pelos moradores de Araucária desde 2018. Naquele ano a passagem na cidade custava R$ 4,25, mesmo valor cobrado em Curitiba.

Decidido a universalizar o uso do transporte coletivo na cidade, Hissam promoveu mudanças radicais no TRIAR, inclusive, com o fechamento da companhia que tocava o sistema. Essas mudanças, somada à abertura da caixa preta da planilha do quilômetro rodado, possibilitou a redução da passagem para R$ 2,90 em 2018. No ano seguinte, o valor da tarifa caiu para R$ 2,65. Também em 2019 houve uma terceira redução, desta vez para R$ 2,40. Em janeiro de 2021 nova queda de vinte centavos e andar de ônibus passou a custar apenas R$ 2,20. Em setembro passado a quinta diminuição, com a tarifa sendo fixada em R$ 1,95 e agora, para encerrar o ano, a sexta queda.

De acordo com o prefeito Hissam, a redução foi possível graças ao desempenho da receita municipal, que vem se mantendo numa crescente ao longo do ano e também a aprovação pela Câmara de Vereadores de um projeto de lei de iniciativa da Prefeitura que isenta as três empresas que tocam o transporte coletivo atualmente do pagamento do ISS (Imposto Sobre Serviços). “Não tinha sentido cobrar ISS dessas empresas porque o valor do imposto integrava a tabela do custo do quilômetro rodado, que é a própria Prefeitura quem paga”, explicou.

Hissam disse acreditar que a redução da tarifa é uma forma de devolver ao cidadão um pouco dos impostos que eles pagam. “A passagem barata beneficia todos os dias mais de 50 mil usuários do TRIAR. É a nossa gente trabalhadora que sabe a importância que cada centavo economizado tem no orçamento da família no final do mês”, analisou.

Gestora do transporte coletivo, a Secretaria Municipal de Planejamento (SMPL) explicou que os recursos para custeio dessa redução já estão previstos no orçamento do Município. “Hoje parte do custo de andar de ônibus em Araucária é subsidiada pelo Poder Público. É esse subsídio que também permite a concessão de diversos benefícios que temos no sistema TRIAR, como as isenções para estudantes e pessoas em situação de vulnerabilidade, a tarifa domingueira, a integração com os ônibus metropolitanos e assim por diante”, pontuou Samuel Almeida da Silva, secretário de Planejamento.

Texto: Waldiclei Barboza

Publicado na edição 1292 – 16/12/2021

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

Compartilhe

Share on twitter
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp