A Praça da Matriz em 1.946

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

O ano é 1946, e a Praça Dr. Vicente Machado, o centro de Araucária, tinha toda a aparência de uma cidadezinha simples do interior, algumas poucas construções se avizinhavam da Igreja Matriz Nossa Senhora dos Remédios. Apesar da maioria das casas que existiam já não existam, aqui vemos pelo menos duas construções que ainda resistem, a primeira delas é a mais alta à esquerda que desde sua construção pertence à Família Durau e tem no térreo comércio e residência no primeiro andar, a segunda apesar de aparecer apenas uma parte está à direita e ficou conhecido como Bar do Donato em referência ao seu último proprietário. Mas aqui podemos ver o quadro completo.
À esquerda o primeiro casarão com três portar abertas ainda nos anos da década de 40 foi sede do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) conforme aparece no letreiro acima. Atualmente esse imóvel passou por mudanças e é um dos pequenos prédios comerciais da praça central, as portas agora são entrada para a Casa Lotérica “Olimpio Loterias”, a casa elegante com sacada do centro era o primeiro comércio da Família Durau, construído e inaugurado pelo saudoso Miguel Durau.
O armazém era bastante sortido e funcionava no térreo, era este um dos lugares onde nos finais de semana os lavradores com suas carroças vinham com suas famílias para a missa e em seguida se dirigiam ao armazém onde faziam compras, como alimentos e produtos agrícolas para uso diário. Em frente uma placa indica um dos produtos mais utilizados na época: querosene Estrela, afinal era uma época que as casas eram iluminadas por lampiões a querosene, essa casa permanece ainda com suas linhas originais, a última casa também era ampla, possuía grandes janelas e portas foi o Bar do Bonin e também foi o primeiro ponto final dos ônibus da Empresa Araucária, como podemos ver ali está um dos antigos ônibus e passageiros aguardando a sua saída. Essa suntuosa construção com a fachada trabalhada em entalhes esteve presente na praça até a década de 60, quando seu lugar foi ocupado pelo antigo Banco Bamerindus do Brasil e finalmente a construção à direita como já falamos foi o antigo Bar do Donato que depois do fim do Bar do Bonin passou a ser o ponto final dos ônibus até a construção da Estação Rodoviária, próximo a Rodovia do Xisto. Além das construções antigas e da tranquilidade que a foto transmite, outras lembranças antigas podem ser vistas. O Antigo Ônibus da Empresa Araucária, a rua sem calçamento, as calçadas estreitas e uma carroça à direita. Foram muitos anos que o centro de Araucária levou essa imagem e teve essa calma, atualmente podemos dizer que esse foi o nosso passado. O início da construção de uma cidade que hoje tem tudo menos essa calma e tranquilidade de décadas passadas.

A Praça da Matriz em 1.946
Foto – Arquivo Histórico Archelau de Almeida Torres

Texto: Terezinha Poly

Compartilhar
PUBLICIDADE