Amigos da atleta Maryliane Alves organizam vakinha para ajudá-la a custear cirurgia

Foto: Divulgação
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

A atleta Maryliane Alves de Freitas venceu a batalha contra um câncer de cólon de útero, doença que descobriu em 2021. Em 2023, já curada, ela voltou às pistas de corrida, tentando retomar sua vida normal.  Porém, devido à agressividade do tratamento para combater o tumor maligno, sendo submetida a sessões de quimioterapia e radioterapia, Mary ficou com algumas sequelas.

No decorrer do tratamento, ela fez diversas cirurgias e em uma delas teve que retirar a bexiga, pois a radioterapia havia queimado o órgão e não teve como reverter. Mas a medicina está avançando cada vez mais nos tratamentos pós-câncer e Mary agora tem a chance de realizar uma nova cirurgia, que irá reverter o problema.

E foi aí que ela começou a travar uma nova batalha: o SUS não cobre o tratamento, que inclui exames de alto custo e a cirurgia em si. Diante dessa dificuldade, os amigos se solidarizaram e decidiram criar uma vakinha virtual para ajudar a Mary a arrecadar o valor necessário dos procedimentos. A meta é chegar a R$70 mil.

Maryliane é uma verdadeira guerreira. Também por conta da agressividade do tratamento contra o câncer, atualmente ela faz hemodiálise três vezes na semana, com sessões de 4 horas. Mary ainda terá que se submeter a um transplante de rim.

Vamos ajudar!

Todos podem se unir e ajudar a atleta, contribuindo com a vakinha no link https://www.vakinha.com.br/4513743. Também é possível contribuir fazendo um PIX de qualquer valor na chave: 4513743@vakinha.com.br

E se você quiser saber mais sobre a história da atleta Maryliane, é só acessar suas redes sociais @marilianealvesdefreitas

Compartilhar
PUBLICIDADE