Amigos lamentam a morte da professora Gislene Busch ocorrida nesta terça-feira (31)

Amigos lamentam a morte da professora Gislene Busch ocorrida nesta terça-feira
Fotos: Divulgação.
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

O Colégio Estadual Marilze da Luz Brand amanheceu de luto nesta terça-feira (31/10). A morte precoce da professora Gislene Seledes Busch Jorge, 51 anos, deixou todos arrasados, pois além de uma excelente profissional, que ensinava seus alunos com toda dedicação, amor e carinho, ela era uma amiga de todas as horas para os seus colegas de profissão, tinha sempre um sorriso no rosto, um abraço e uma palavra de conforto. Gislene faleceu após travar uma batalha incansável contra um câncer.

Em despedida à professora, toda a equipe do Marilze se reuniu para prestar-lhe uma linda homenagem. “Hoje, nossa escola se despede de uma amiga, mãe, esposa e professora. A Gi era aquele tipo de pessoa que quando a gente conhece, passa instantaneamente a querer bem. Amava a vida e tirava dela sempre o máximo: adorava viajar, ‘bebemorar’ com os amigos, curtir com a família. Nesses anos que trabalhou em nossa escola, cativou seus colegas e seus alunos. Com ela aprendemos muito mais que ciências e matemática, aprendemos a ver sempre algo bom nas coisas, mesmo quando diante de adversidades. A Gi sempre tinha uma piada pronta para nos fazer rir, uma palavra de conforto quando estávamos tristes. Gi, jamais te esqueceremos! Sentimos e sentiremos sua falta. Sua vida e alegria ecoarão em nós por toda a eternidade!”.

A comunidade escolar do Colégio Estadual Profª Agalvira Bittencourt Pinto também lamentou a morte da professora, ela esteve à frente da direção do colégio por alguns anos. “Prestamos solidariedade à família da nossa querida profª Gislene Busch, a qual contribuiu imensamente com a nossa comunidade escolar enquanto diretora, oportunidade esta que tivemos o privilégio de conhecer seu coração enorme. Compreender os propósitos de Deus muitas vezes pode ser uma tarefa bem difícil, principalmente quando a tristeza bate na nossa porta, porque acabamos de perder um ente querido. A sua lembrança continuará viva, presente, latente em nossas vidas e nunca irá desaparecer. Deus agora tem você em seus braços, mas nós teremos você eternamente em nossos corações”.

O velório da professora Gislene Busch acontece na Capela do Cemitério Central até às 10h desta quarta-feira (01/11), depois disso seu corpo será levado para a cidade de Cruz Machado, onde ela será velada das 14h às 17h e na sequência será realizado o enterro.

Compartilhar
PUBLICIDADE