Após 40 anos de espera, Grêmio ergue a taça da Primeirona Municipal

Imagem de destaque - Após 40 anos de espera, Grêmioergue a taça da Primeirona Municipal
Foto: Divulgação
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Após 40 anos de espera, o Grêmio Esportivo Araucariense conseguiu soltar o grito de “É, Campeão!” que estava entalado na garganta. No domingo (30/06), o time venceu o Gapar na final do Campeonato Municipal de Futebol Amador da Primeira Divisão – Primeirona 2024 e levantou o troféu que a tanto tempo almejava. No ano passado o Grêmio chegou até a final, porém perdeu para o Contenda.

Em um jogo equilibrado, porém bastante pegado, onde ambos brigaram pelo título do começo ao fim, o placar não poderia ser diferente: 1X1, levando a decisão para os pênaltis. O gol do Grêmio foi marcado pelo centroavante Marlon e o gol do empate do Gapar veio pelos pés do zagueiro Denilson.

A cobrança de pênaltis foi dramática para as torcidas. Ao todo foram 16 cobranças, com erros e acertos dos dois lados, até o Grêmio confirmar a vitória por 6X5.

Luizinho, um dos responsáveis pelo Grêmio, agradeceu ao Jornal O Popular e a Liga Desportiva de Araucária pela transmissão da final da Primeirona, valorizando os atletas e tornando o momento ainda mais especial. “Foi uma grande final e o Grêmio comemorou bastante esse título. No ano passado deixamos escapar, mas esse ano conseguimos, apesar de todas as dificuldades de uma decisão, dá aquele frio na barriga. A equipe do Gapar também lutou muito, fez uma marcação excelente e impediu nossas jogadas, levando a decisão para os pênaltis. Meu respeito a todos os dirigentes do time adversário”, comentou.

Uma história de luta

O Grêmio Esportivo Araucariense foi fundado em 21 de outubro de 1980. Entre os anos 80 e 90 o time disputou algumas edições da Primeirona, inclusive em 1984 disputou a final com o Contenda, mas não conseguiu o título. Após uma parada nas competições nos anos 90, em 2006 Sebastião Calado passou o estatuto para o Luizinho, que reativou o time para a disputa da Segundona, porém não conseguiu o acesso. Da mesma forma em 2009, o Grêmio disputou a Segundona e não conseguiu subir.

“Em 2011 emprestei o estatuto para o Manoel Fagundes (Galo) disputar a Segunda Divisão, e ele também não conseguiu o acesso. Em 2018, o Zair e o Dentinho me pediram o estatuto e foram campeões da Segundona, trazendo o Grêmio para a Primeira Divisão. Nesse tempo eu estava no Araucária FC. Depois da pandemia, eu retomei com o Grêmio, regularizei toda a documentação, e em 2023 disputamos novamente a Primeirona, onde conseguimos ser vice-campeões, e em 2024 finalmente fomos campeões”, relembra Luizinho.

Com a conquista do título, o Grêmio também garantiu a vaga para disputar a Taça Paraná 2024, que está prevista para começar em agosto.

Campeão do Sub-17

Se na categoria Adulto o Grêmio levou 40 anos para ser campeão da Primeirona pela primeira vez, no Juvenil a história foi diferente. O Chantili FC conquistou o bi-campeonato, após derrotar o Contenda, também nos pênaltis. O jogo acabou empatado em 2X2, e nos pênaltis o Chantili venceu por 4X3.

“Após um jogo bastante difícil contra o Contenda, conseguimos o título. Não perdemos nenhum pênalti, e nosso goleiro conseguiu defender um e outro o Contenda bateu pra fora. Além do título da Primeirona, também conseguimos a vaga para disputar a Taça Paraná, na categoria Juvenil”, disse Raysson, presidente do Chantili.

Destaques da competição

A Primeirona Municipal também premiou os jogadores Marlon Vieira Tiburcio, do time do Gapar, e Lucas Claussem do Grêmio, que foram os artilheiros da competição com 5 gols cada, e o goleiro menos vazado Djonata C. de Souza, do Grêmio.

Conheça os campeões da Primeirona Municipal desde 1964

1964 – Araucária FC
1965 -Jardim Iguaçu
1976 – SOBA
1977 – Verdão EC
1978 – SOBA
1979 – Araucária FC
1980 – SOBA
1981 – Verdão EC
1982 – SOBA
1982 – Contenda FC
1983 – Contenda FC
1984 – Contenda FC
1985 – Columbia EC
1986 – Sociedade Esportiva Pinheirão
1987 – SOBA
1988 – Araucária FC
1989 – Araucária FC
1990 – XV de Novembro FC
1991 – Verdão EC
1992 – EC União Avita
1993 – Juventus FC
1994 – AER Manoel Bandeira
1995 – Juventus FC
1996 – Juventus FC
1997 – União Cinco Jardins
1998 – União Itália FC
1999 – Juventus FC
2000 – União Condor FC
2001 – Araucária FC
2002 – Juventus FC
2003 – Juventus FC
2004 – SOBA
2005 – Sociedade Esportiva Tindiquera
2006 – Costeira FC
2007 – União Condor FC
2008 – União Itália FC
2009 – Grêmio Liquigás
2010 – Grêmio Liquigás
2011- Jatobá EC
2012 – União Itália FC
2013 – Pinheiros EC
2014 – Grêmio Liquigás
2015 – Jatobá EC
2016 – Costeira FC
2017 – Jatobá EC
2018 – AA Nova Geração
2019 – Jatobá EC
2020 e 2021 (não teve devido à pandemia da Covid 19)
2022 – Três Jardins
2023 – Contenda
2024 – Grêmio EC

Edição n.º 1422