Após quebrar a patinha, cãozinho “Bolsonaro” procura família para adotá-lo

Foto: Divulgação.
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

As últimas semanas não têm sido fácil para Bolsonaro, um cãozinho de porte médio, caramelo clássico, que sempre viveu pela região central de Araucária, no entorno do Terminal Rodoviário. Vítima de um atropelamento, o doguinho teve uma das patas fraturadas e por sorte foi socorrido por protetoras que atuam na cidade.

Em processo de recuperação da fratura, ele está há um mês na casa de uma protetora, que agora trabalha para que ele consiga um lar definitivo e não tenha que voltar a viver pelas ruas do Centro de Araucária.

O empenho da protetora para encontrar um lar para Bolsonaro acontece porque neste período em que ele está em recuperação em sua casa ela notou que o doguinho se adaptou muito bem a uma vida com um núcleo familiar definido. Embora sempre tenha vivido nas ruas, o cão não tem mais tentado fugir e nem demonstra estar amuado por não viver sem regras. Ele também é muito dócil.

Após quebrar a patinha, cãozinho “Bolsonaro” procura família para adotá-lo
Foto tirada no dia em que encontraram o doguinho.

Outra preocupação da protetora em ter que devolver Bolsonaro para as ruas é o fato de que ele é um cão “meio bobão”, não sendo muito esperto para desviar dos carros. Tanto é que esta foi a terceira vez que ele foi atropelado.

Como adotar o Bolsonaro?

Se você gostou da história do Bolsonaro e gostaria de adotá-lo, entre em contato pelo telefone 41 99665-7285 e fale com Adriana. Mas, atenção, o doguinho ainda está em processo de recuperação e vai retirar a tala de sua patinha somente daqui 20 dias.