Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Quem ainda não viu a igreja reformada terá a oportunidade de conhecer o novo espaço
Quem ainda não viu a igreja reformada terá a oportunidade de conhecer o novo espaço

Detalhe - Cópia
Os membros da comunidade católica que decidirem passar o feriadão em Araucária terão a oportunidade de homenagear a padroeira da cidade, Nossa Senhora dos Remédios, na igreja reformada. Isso mesmo! Depois de reabrir suas portas no último domingo, 25 de outubro, o Santuário da Matriz promete uma programação especial para este fim de semana.

De acordo com Gregory de Macedo, coordenador da Pastoral de Comunicação do Santuário, as atividades começam nesta quinta-feira, dia 29, com a Benção do Novo Altar, que será realizada pelo bispo Dom Francisco Carlos Bah, da Diocese de São José dos Pi­nhais. “As coisas tomam sentindo diferente conforme a bênção de Deus. Então, antes de sagrarmos o altar, essas pedras são simples mármores. Agora, elas se tornarão pedras sagradas, sinal da união do céu e da terra”, explica.

Quem não conseguir participar dessa cerimônia ainda pode marcar presença nos programas da sexta-feira, 30, em comemoração ao Dia da Padroeira. “Nesta data, a igreja estará aberta das 8h às 18h para oração, o Bolo da Padroeira será vendido no Salão Paroquial a partir das 10h, e todos ainda são convidados para a Missa de Nossa Senhora dos Remédios, às 19h”, informam os organizadores.

Para encerrar as atividades, a comunidade participará de uma procissão luminosa logo após a missa. “Este ano, preferimos realizar essa missa e a procissão à noite, então prepararem suas velas, lanternas e tudo o que possa iluminar nossa cidade”, convidam.

Um pouco de história

Vale ressaltar que a Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios de Araucária é a 5ª mais antiga do Brasil com este título, e foi criada oficialmente no dia 28 de fevereiro de 1855. No entanto, a primeira festa de Nossa Senhora dos Remédios só aconteceu em 22 de outubro de 1904.

Já em 1953 foi aprovada a Lei 135, que criou o Dia da Padroeira e, em 10 de agosto de 2007, através da Lei 1.752/2007, sancionada pelo Prefeito Olizandro José Ferreira, o dia 30 de outubro foi decretado feriado municipal, em louvor à Santa.

Texto: Raquel Derevecki / FOTOS: Gregory de Macedo

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM