Araucária chora a morte da escritora e contadora de histórias Jacqueline Carteri

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Araucária perdeu nesta quinta-feira, 18 de agosto, uma de suas figuras mais ilustres da cultura local: a pedagoga, contadora de histórias e mediadora de leitura Jacqueline Machado Carteri. Jacque, como era carinhosamente chamada pelos amigos, acreditava no poder da palavra falada e escrita e na transformação das pessoas através da literatura. Através de suas histórias, levava amor, encantamento, alegria e disseminava o gosto pela leitura.
Jacqueline dedicou sua vida à literatura, é autora de três livros: “Capitu Lê” (2017), “Leopoldo, o Imaginador” (2019) e “Feito Cão e Gato” (2022). Este último livro, inclusive, escreveu durante uma internação que ela teve, por conta de uma infecção. Por ficar em UTI tinha que ficar sozinha, sem receber visitas e a cabeça tinha que funcionar de alguma forma, e como ela não tinha onde registrar a história, que é toda rimada, ficava repetindo os versos para decorar. Depois que melhorou e saiu do hospital, a primeira coisa que fez foi escrever a história.
Sua partida gerou muita comoção na cidade. Informações sobre o velório e o enterro de Jacqueline serão divulgadas em breve.

Homenagens
Nas redes sociais, amigos lamentaram a morte de Jacqueline:
“O dia amanheceu triste e houve uma chuva de lágrimas para Jacqueline Carteri. Com a literatura deixou tudo mais leve e bonito por onde passou e suas palavras encantaram o mundo e elas vão permanecer para sempre. Estou triste, mas muito feliz de tê-la conhecido. Alegra agora o Céu com sua arte e sua doçura”. (Claudia Jankowski).

“Jacque, que a nova morada na casa do Pai encha de paz tua alma generosa. Vai fazer tanta falta por aqui, amiga. Sinto muito”. (Marlene Gonçalves)

“Sentiremos falta dos seus escritos, das suas falas, suas histórias, seu jeito especial de ser. Descanse em paz Jacqueline Carteri . Os anjos estão em festa. Guardarei com carinho pra sempre você em meu coração”. (Soeli Lechinhoski)

Araucária chora a morte da escritora e contadora de histórias Jacqueline Carteri
Foto – divulgação

Texto: Maurenn Bernardo

Compartilhar
PUBLICIDADE