Pesquisar
Close this search box.

Araucária é destaque em evento estadual da Federação dos Conselhos da Comunidade

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

O Conselho da Comunidade de Araucária (CCA) foi condecorado durante o Encontro dos Conselhos da Comunidade, realizado nos dias 9 e 10 de novembro, na cidade de Irati.

O órgão do Município foi destaque entre os 167 conselhos cadastrados na Federação, por concluir com êxito todos os itens do ranking e demonstrar habilidade, dedicação e comprometimento nas suas ações, alcançando uma classificação de destaque junto à Feccompar, que está completando 10 anos.

Entre as principais ações responsáveis em deixar o Conselho de Araucária em evidência estão o Projeto Atitude, voltado aos homens autores de violência doméstica enquadrados na Lei Maria da Penha para autores de violência doméstica, nas quais o juiz, dependendo do entendimento, faz o encaminhamento, seja em condição de medida protetiva, medida cautelar ou na execução penal; e o atendimento aos familiares de presos e de pessoas privadas de liberdade; e os convênios mantidos com a Prefeitura Municipal.

Hoje o Conselho mantém dois convênios com a Prefeitura, um relacionado ao encaminhamento de prestadores de serviço para execução de trabalhos nos equipamentos públicos, como reformas, limpeza e manutenção; e outro referente à Lei Municipal nº 3452/2019, que regulamentou o Projeto Atitude, um Programa de Reflexão, Conscientização e Responsabilização dos Autores de Violência Doméstica. “Este projeto foi criado pelo Conselho da Comunidade e hoje funciona em parceria com a Prefeitura, Vara Criminal e voluntários. A lei que regulamenta o projeto estava engavetada desde 2019 e em 2021 o Conselho foi quem provocou a Prefeitura a fazer as adequações necessárias para que pudesse ser colocado em prática”, explicou Juscelino Katuragi, presidente do CCA.

Na sua terceira gestão frente ao CCA, Katuragi comemorou o reconhecimento do seu trabalho pela Federação dos Conselhos e garantiu que seguirá focado no atendimento de excelência junto às famílias e à população araucariense.

Edição n.º 1389