Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Foto: divulgação

Por conta da pandemia do coronavírus, a realização de alguns exames, cirurgias e procedimentos médicos foram comprometidos e, com isso, houve um aumento na fila de espera. Entre esses exames está a mamografia que é realizada para diagnosticar tumores na mama. Em Araucária, por conta dessa demanda reprimida, no início de outubro havia uma fila com mais de 1.400 mulheres aguardando por esse exame.

Para fazer a fila andar e atender o maior número possível de pacientes, a Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) estabeleceu uma parceria com o COMESP (Consórcio Metropolitano de Saúde do Paraná) e abriu 1.549 novas vagas para mamografia. Com isso, o município reduziu a fila de espera em mais de 90%. “Só não podemos afirmar que zeramos a fila, pois diariamente recebemos novas guias de solicitação de exames. Mas, tivemos um grande e importante avanço especialmente neste mês de outubro em que destacamos a saúde da mulher”, explica a coordenadora da Central de Regulação de Consultas, Camila Killing.

Espera de no máximo 30 dias

A partir de novembro, a Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) estabeleceu como meta que os exames de mamografia para pacientes do município sejam realizados dentro do prazo máximo de 30 dias. “Nós vamos ampliar a quantidade de exames de 200 para 300 por mês. Com isso vamos conseguir atender essa demanda e, desta forma, as pacientes vão conseguir fazer o exame dentro deste período de no máximo um mês”, destaca a coordenadora do serviço.

Novo mamógrafo

Recentemente, a Prefeitura de Araucária adquiriu um mamógrafo digital novo para o Hospital Municipal de Araucária (HMA). Esse equipamento, que custou aproximadamente R$ 800 mil, pode acelerar os procedimentos em até 10 vezes em relação ao exame convencional, conforme explica o engenheiro clínico, Juliano Betim Cozitski. “O Tempo de duração de um exame convencional de mamografia que era realizado aqui no hospital girava em torno de 30 minutos ou mais. Já com o mamógrafo novo, em alguns casos, todo processo pode ser realizado em apenas 5 minutos”, detalha.

Outra característica importante desta máquina é que os exames são enviados diretamente para um servidor (PACS) onde as imagens são armazenadas em uma nuvem, podendo ser acessadas de qualquer lugar no mundo, tanto pelos profissionais que realizam a emissão dos laudos quanto pelos próprios pacientes.

Texto: PMA

VEJA TAMBÉM