Compartilhe esta notícia
Araucariense corre 80 km no litoral - notícias da Esporte  - O Popular do Paraná
Alexandre Sobânia dedicou o troféu aos seus filhos
Araucariense corre 80 km no litoral - notícias da Esporte  - O Popular do Paraná
O atleta percorreu o trecho entre Morretes e Guaraqueçaba

Enquanto muitos não aguentam uma caminhada de 15 minutos até o trabalho, o araucariense Alexandre Sobânia decidiu mostrar que é possível correr durante 9 horas e 30 minutos sem possibilidade de descanso. Parece inacreditável, mas foi o que ele fez no último sábado, 9 de agosto. “Eu sempre participei de provas duras como Ironman e triathlon em que eu preciso nadar, pedalar e correr. Então, soube dessa Ultra Maratona de Morretes com grau de dificuldade máxima na modalidade de corrida, e comecei a me preparar em dezembro de 2013”, conta.

Quase oito meses se passaram, e a data da viagem para o litoral chegou. A ansiedade e o nervosismo incomodavam, mas a vontade de superar a si mesmo foi mais forte. “A prova contava com percursos de curtos como 15km, mas eu escolhi tornar possível o impossível, e corri 80km”, recorda o atleta, que iniciou a prova às 7h.

De acordo com ele, o percurso começava em Morretes e contava com diversos trechos de chão batido e fortes subidas até a chegada em Guaraqueçaba. Mesmo assim, o corredor manteve o foco em seu objetivo e lutou pelo melhor resultado. “Logo no quilômetro sete eu assumi a 3º colocação e me mantive nessa posição durante quase toda a prova”.

No entanto, quando faltavam apenas quatro quilômetros para atravessar a linha de chegada, Alexandre avistou o 2º colocado e decidiu utilizar suas últimas forças para subir mais um degrau no pódio. “Eu passei esse adversário e assumi a 2ª colocação até o final do percurso concluindo meu trajeto como vice-campeão geral às 16h32”, comemora.

Vale ressaltar que a prova contou com atletas do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro, o que fez com que o resultado do araucariense fosse ainda mais gratificante. “Não é fácil encarar esse desafio, mas fico muito feliz por ter conquistado o troféu. Por isso, quero dividir minha alegria com meus filhos João Victor e Dimitri, com minha esposa Andrea, e todos os familiares e amigos que me apoiaram. Obrigado a todos”, finaliza o atleta, que já promete enfrentar outras competições de longa distância.

Compartilhe esta notícia
Fechar anúncio