Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Reunião aconteceu no gabinete do prefeito
Reunião aconteceu no gabinete do prefeito

A manhã desta quinta-feira, 23 de outubro, é histórica para a Educação do Município de Araucária. Depois de duas décadas bancando uma etapa do ensino que não era de sua responsabilidade, a Prefeitura finalmente ouviu da boca do chefão da Educação no Estado, Paulo Schmidt, que as séries finais do Ensino Fundamental são de responsabilidade do Governo do Estado e que, de forma cooperativa e responsável, este encargo está sendo reassumido pelo seu verdadeiro dono.

A conversa para tratar do assunto aconteceu no gabinete do prefeito Olizandro José Ferreira e reuniu a cúpula da Secretaria de Estado da Educação (SEED) e do Governo Municipal. À nossa reportagem, Paulo Schmidt fez questão de garantir aos pais que têm filhos estudando nas escolas David Carneiro e Fonte Nova que eles podem ficar despreocupados porque o Estado tem plenas condições de oferecer ensino adequado para essas crianças. “Em todo o Estado somos nós que oferecemos o ensino de 6ª a 9ª e já havia passado da hora de começarmos a fazer o mesmo em Araucária”, destacou.

O secretário ainda ressaltou que é importante que o Município concentre seus recursos no atendimento da Educação Infantil. “Estado e Município não competem. Eles precisam ser parceiros, com cada um fazendo a sua parte. Para nós é excelente que o Município invista pesado em Educação Infantil, pois recebemos um aluno muito mais preparado para as séries finais”, afirmou.

Hoje, conforme dados da SEED, cerca de 6.500 alunos de 6ª a 9ª são mantidos pelo Município e apenas 2.200 pelo Estado. A partir do ano que vem, outros 1.500 passarão para a SEED, sendo absorvidos pelas escolas David e Fonte Nova, que terão os prédios cedidos ao Estado.

Durante a reunião ainda foram sacramentados alguns pontos sob o Termo de Cessão de Uso que o Estado e o Município firmarão. O documento será assinado nos próximos dias e sacramentará a transferência da gestão dos prédios e da estrutura do David e do Fonte Nova para a SEED a partir de 2015. Paulo Schmidt adiantou que todo o planejamento para contratação de novos professores, livros didáticos, pessoal administrativo, energia elétrica, água, telefone, internet para atender essas duas novas unidades já está acontecendo dentro da SEED. “Estamos fazendo uma transição tranquila e planejada, focando no melhor para os alunos e suas famílias e é isso o mais importante”, finalizou.

Texto: Waldiclei Barboza / Foto: Carlos Poly / ACS

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM