Pesquisar
Close this search box.

Associação de moradores pede melhorias no bairro

Campo está em situação de abandono, mas a SMEL disse que vai revitaliza-lo. Foto: Everson Santos
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email
Associação de moradores pede melhorias no bairro
Campo está em situação de abandono, mas a SMEL disse que vai revitaliza-lo. Foto: Everson Santos

Cadeirantes, idosos e demais pessoas com problemas de mobilidade, enfrentam uma verdadeira maratona toda vez que precisam andar pelas calçadas do bairro Estação. Totalmente desprovidos de acessibilidade, os passeios acabam dificultando a vida desses moradores. A presidente da entidade, Neusa Fonseca, conta que em alguns trechos de calçadas as pessoas precisam andar pela rua, correndo o risco de serem atropeladas. “Problemas como desníveis ou obstrução de passagem são comuns de serem observados por aqui. Nossas calçadas precisam de rampas de acesso, já vi mães com carrinhos de bebês tendo que andar pela rua porque não conseguem seguir pela calçada”, relata.

A líder comunitária aponta outro problema do bairro, que é o abandono do campo de futebol que fica na rua Lírio Bonetto, jardim Itália, único ponto de lazer do bairro. Ela conta que na semana passada solicitou à Prefeitura o serviço de roçada no campo, onde seria realizada uma gincana de férias no final de semana, mas teve que cancelar o evento, porque o mato não foi cortado. “Estou há três anos na presidência da associação, mas já conduzi a entidade em gestões passadas, e lamento por hoje não conseguirmos mais organizar atividades aqui no bairro, não temos mais apoio da Prefeitura, e fica difícil bancarmos tudo. Fomos esquecidos, e toda comunidade sofre com isso”, desabafa.

Neusa também citou entre as prioridades do bairro a necessidade de construção de uma escada de acesso decente para as pessoas que saem da alça de acesso da PR 423 para pegar o ônibus no ponto localizado na rodovia do Xisto. “As pessoas descem com muita dificuldade, correndo o risco de sofrer uma queda e se machucar. Já protocolamos pedido na Prefeitura para arrumar ou fazer uma escada nova, e até agora nada foi resolvido. É um fluxo muito grande de pessoas que passam por ali, pessoas que vêm do trabalho, moradores do Jardim Itália, do Jardim Maia, todos dependem de ônibus”, apontou.

Providências

Com relação as calçadas, a Prefeitura informou que pela lei municipal nº 2.159/2010, conhecida como Código de Obras e Posturas, os proprietários de imóveis que tenham frente para ruas pavimentadas ou com meio-fio e sarjeta, são obrigados a pavimentar e conservar os passeios à frente de seus lotes. A Prefeitura explicou ainda que pode intimar o proprietário a executar o serviço (artigo 85). Moradores podem registrar esses problemas com calçadas por meio da Ouvidoria da Prefeitura, para que cada caso seja verificado. Os telefones são: 0800-643-1550 ou 3901-5245. Outra forma de contato é o e-mail ouvidoria@araucaria.pr.gov.br

Sobre a pista de caminhada, a Secretaria de Esportes (SMEL), disse que não recebeu nenhuma solicitação, mas confirmou que está prevista a revitalização do campo do Jardim Itália. e finalmente sobre a escada, por se tratar de uma área de atuação do DER (margem da PR 423), a Prefeitura orientou os moradores a entrarem em contato com o órgão estadual.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1173 – 25/07/2019