Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Foto: divulgação

 

Um desafio “ninja” foi encarado pelos atletas da Equipe Rodrigues Assessoria Esportiva no domingo, 18 de novembro. Os guerreiros cruzaram a linha de chegada na Maratona Internacional de Curitiba, prova mais importante do calendário de corridas da capital, que reuniu mais de cinco mil atletas do Brasil e de outros países. Maria de Fátima, Raquel Norberto, Josiane Cortes, Odair José, Edison, Edmilson Soares, Roberto, Alessandro Rodrigues, Paulo da Silva, Tati, Beatriz, e Kelly Bento em dupla mista com Marcelo Pires, superaram todos os seus limites e concluíram os 42 km.

Raquel Norberto, que aos 41 anos completou sua primeira maratona, comentou que cruzar a linha de chegada foi um dos momentos mais felizes e emocionantes da sua vida. “Iniciei a corrida pensando somente em concluir o percurso. Tive momentos de dor, muitas câimbras, mas a vontade de chegar era maior, então busquei a presença de Deus e disse ‘tudo posso naquele que me fortalece’, e eu consegui’, festejou. A atleta disse ainda que o apoio dos parceiros de equipe foi fundamental, principalmente do irmão Odair, que também fez a prova, e a ajudou nos primeiros 10 km, depois do marido Marcos, que a acompanhou até os 21 km. “No percurso restante, cada vez mais difícil, tive o apoio das amigas Zenilda e Josiane Morosine. E quando finalmente cruzei a linha de chegada e avistei minha filha, meu genro e meu neto me esperando com uma faixa de homenagem, não segurei a emoção. Valeu todo o esforço e hoje posso dizer com orgulho que eu sou uma maratonista”, disse.

Dever cumprido

Maria de Fátima Rodrigues da Silva (Tina) tem 39 anos, e também fez sua estreia em uma maratona. Desde agosto ela se preparou para encarar essa prova, com treinos intensos, mesmo quando chegava do trabalho a 1h da madrugada, dormia por volta das 2h, e no dia seguinte levantava às 5h30 para treinar.

“Não foi fácil, mas eu consegui. A cada quilômetro percorrido eu tinha a sensação do dever cumprido. Perto dos 42 km eu já estava no limite, no entanto, a todo instante pensava: ‘não cheguei até aqui pra desistir’. E foi assim que, entre o cansaço extremo e muitas lágrimas, cruzei a linha de chegada. Quero agradecer a equipe Rodrigues que sempre me apoiou e também a duas amigas corredoras que estiveram comigo em todo o percurso, me dando força”, comentou.

Orgulhos do chefe

Hailton Rodrigues, chefe da equipe, disse que se orgulha dos seus atletas. “São guerreiros que encaram qualquer desafio, sempre prontos a fazer o bem e incentivar amigos. Muito obrigado a cada um que fez parte disso, que honrou nossa camisa correndo, apoiando, incentivando e torcendo. Os bons contam histórias, nós fazemos parte dela”, elogiou.

A equipe também marcou presença na prova com atletas que correram o percurso de 5km. São eles: Anderson, Elenice, Eduardo, Claiton e Claudemir.

 

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM