Batizado de capoeira movimentou morado­res do Iguatemi nofinal de semana

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

No último sábado, 26 de agosto, os moradores do Jardim Iguatemi participaram de um momento festivo durante o 2° Batizado Troca de Cordéis do projeto “Criança que ginga na roda e não na rua”, que reuniu alunos, familiares, professores de capoeira de Araucária e Paranaguá e demais pessoas da comunidade. O evento foi realizado pelo professor Washington Luiz da Silva e coordenado pela Associação de Capoeira Baía de Paranaguá, com parceria da associação de moradores do Jardim Iguatemi. Também participou do batizado o mestre Zé Carlos, de Paranaguá.

O projeto de capoeira de Araucária é gratuito e atualmente acolhe cerca de 45 pessoas, entre crianças, jovens e adultos de 6 a 40 anos. A participação é aberta a todos que tiverem interesse, não é necessário ser morador da região do Iguatemi. As aulas são realizadas duas vezes por semana, geralmente em dias alternados (terça e quinta ou quarta e sexta), devido à disponibilidade do professor, que vem de Paranaguá para dar as aulas. O primeiro horário, das 19h às 20h, atende as crianças, e das 20h às 21h é a vez dos jovens e adultos, dando oportunidade para todas as faixas etárias.

Professor Tom, um dos colaboradores do projeto, conta um pouco sua experiência com a capoeira. Mesmo sendo formado há cerca de 7 anos, ele só teve a oportunidade de se aprofundar na modalidade há apenas 1 ano, devido sua falta de tempo por ser um profissional de enfermagem. “Eu precisava fazer alguma coisa para mudar, e felizmente Deus foi me abençoando e me dando oportunidades, e agora tudo está dando certo. Comecei esse trabalho e estou apaixonado, e quero que isso continue para sempre, porque eu amo capoeira”, declarou.

Ele reforça que a ideia é que o projeto social e a capoeira andem juntos. “Sempre onde tivermos um espaço, estaremos contribuindo com a capoeira, uma dança disfarçada de luta que faz parte da arte brasileira. A capoeira engloba todo mundo, traz interação e mexe com a gente”, acrescenta.

A presidente da associação de moradores do Jardim Iguatemi, Jéssica Pelosi, expressa sua alegria em compartilhar detalhes do evento e sua gratidão a todos que compareceram. “Agradeço principalmente aos alunos e familiares, que são os principais responsáveis pela grandeza do evento. Sem vocês não seria possível realizar algo desse tipo, vocês fazem toda a diferença na sociedade capoeirista”. Jéssica também disse estar muito feliz com a colaboração do professor Tom, lembrando que o trabalho e a dedicação dele fazem o projeto seguir em frente, se tornando cada vez mais importante para a comunidade.

Edição n.º 1378

Compartilhar
PUBLICIDADE