Compartilhe esta notícia

Biografia de ex-goleiro do  COXA chega a Araucária - notícias da Esporte  - O Popular do Paraná
O livro estará à venda no evento desta terça-feira

Depois de jogar no Coritiba, Corinthians, na seleção brasileira e atuar como voluntário em diversos projetos, o ex-goleiro Jairo Nascimento apresentará seu livro “A muralha negra do clube coxa-branca” no Centro Educacional Araucária (CEAR) nesta terça-feira, 3 de fevereiro. O evento está marcado para 15h30 e será aberto ao público.

Segundo a organização, entre os destaques da carreira de Jairo estão o recorde de permanecer 12 jogos e 57 minutos sem sofrer gol no Campeonato Brasileiro, detalhe importante apresentado no livro escrito pelo jornalista Guilherme Mattar. Além disso, ele foi o único a ganhar duas competições a nível nacional pelo clube (Torneio do Povo de 1973 e Campeonato Brasileiro de 1985) em uma época em que negros eram raros em campo.

Para completar, o ex-goleiro tem se dedicado ao voluntariado em diversas atividades como a Escolinha de Futebol do CEAR lançada em agosto de 2014 em parceria com a Igreja do Evangelho Quadrangular (IEQ) de Araucária. “Essa é uma maneira de nos inteirarmos na busca de soluções para os problemas comunitários e, para tanto, é fundamental a participação de personalidades como o Jairo”, destaca o responsável pela IEQ no Paraná, pastor Irineu Rodrigues.

Participe da escolinha de futebol!

Biografia de ex-goleiro do  COXA chega a Araucária - notícias da Esporte  - O Popular do Paraná
Atualmente, Jairo se dedica a diversos projetos de futebol

Enquanto apresenta o livro de sua história e recorda grandes momentos vividos, o ex-goleiro Jairo Nascimento também tem se dedicado à escolinha de futebol beneficente do Centro Educacional Araucária (CEAR), que já reiniciou suas atividades e ainda possui vagas disponíveis.

Para participar, basta ter entre 10 a 15 anos e entrar em contato com os organizadores acompanhados pelos pais. A escolinha funciona às terças e quintas-feiras na Rua Benjamin Constant, 721, antigo prédio do orfanato. Mais informações pelo telefone 3642-1612.

Texto: Raquel Derevecki / Foto: Divulgação

Compartilhe esta notícia
Fechar anúncio