Araucária PR, , 13°C

Câmara intervirá a favor da retomada de projetos na área de turismo

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

O impasse envolvendo a retirada do ônibus que fazia a linha do turismo rural Caminhos de Guajuvira, a suspensão do projeto Viajando Araucária e o fechamento do Centro de Informações Turísticas – CIT aos sábados, podem estar próximos de uma solução. Na manhã desta quarta-feira, 19 de abril, a Associação de Turismo Caminhos de Guajuvira se reuniu com os vereadores na Câmara e ficou acordado que eles irão tentar um agendamento com o prefeito o mais breve possível para expor toda a problemática que há em torno do tema turismo na cidade. “Vamos tentar junto ao prefeito, uma solução pelo menos para os problemas administrativos. E já será um avanço se conseguirmos garantir o retorno do projeto Viajando Araucária”, disse uma representante da entidade.
Ainda sobre a retirada do ônibus da linha turismo, ela lamentou que isso esteja ocorrendo justamente no momento em que Araucária, ao lado de Curitiba e outros municípios da região metropolitana, passaram a integrar, oficialmente, a Rota do Pinhão. Recentemente o circuito virou Roteiro Turístico Oficial do Estado do Paraná com a sanção da lei proposta pela deputada Claudia Pereira (PSC) e sancionada pelo governador Beto Richa.
A regulamentação da rota tenta dar mais visibilidade, fomentar ainda mais a divulgação, investimentos e a visitação aos parques, restaurantes, museus e igrejas da região. Ao longo do circuito há atrações para todos os gostos: centros históricos, cachoeiras, cafés coloniais, artesanato, igrejas antigas, sítios e fazendas. Nesses locais o turista pode visitar, além dos conhecidos parques e centros gastronômicos de Curitiba, o Caminho do Guajuvira, em Araucária; o Caminho do Vinho, em São José dos Pinhais; o Circuito Italiano de Colombo; a Gruta do Monge, na Lapa; o Mosteiro Trapista, em Campo do Tenente, entre outras diversas atrações.