Casa Eliseu Voronkoff promove bate-papo com o diretor teatral Gerald Thomas

Foto: Divulgação
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

A Casa Eliseu Voronkoff está com várias atividades programadas para o ano de 2024, entre elas, ações de capacitação e aperfeiçoamento para sua equipe e Núcleos de Pesquisa. No dia 17 de fevereiro foi a vez de um bate-papo com o ator Marcelo Rodrigues Maia, de São Paulo, sobre sua pesquisa Museu Autobiográfico e Memória. O tema dialoga com a forma como a Casa Eliseu Voronkoff vem concebendo seus espetáculos, em sua grande maioria autorais.

E para o dia 02 de março, o espaço prepara uma conversa com o renomado diretor, dramaturgo, encenador, autor e ilustrador, Gerald Thomas. O bate-papo será online e Gerald falará diretamente de Nova York, onde reside.

A aproximação com o consagrado diretor se deu a partir de um workshop em que a gestora da Casa, Ana Paula Frazão, participou, promovido pela Cia Kà de Teatro, grupo curitibano. “Vem de longa data a admiração dos profissionais do espaço pelo trabalho de Gerald Thomas, ele inclusive é tema de algumas aulas dos Cursos de Teatro ministrados na Casa”, afirma Ana Paula.

A carreira de Thomas teve início em Londres, mas foi em Nova York, no La MaMa, que produziu seus primeiros trabalhos. Com seus espetáculos sempre desafiadores, tanto no conteúdo quanto na forma, já recebeu inúmeros prêmios. Fundou a Companhia de Ópera Seca, onde solidificou sua dramaturgia. Entre as grandes parcerias que firmou estão o autor Samuel Beckett, e suas Óperas com o músico Philip Glass. Com uma história marcada por exitosas montagens, Gerald Thomas é um dos nomes mais relevantes da cena teatral. Além de seus trabalhos no Brasil, ele tem encenado durante toda sua carreira espetáculos em outros países, principalmente na Alemanha.

“Sintetizar a trajetória de Gerald é uma tarefa difícil dada a sua importância e contribuição à história da arte teatral”, pondera Frazão, que acredita que o encontro deve reverberar nos futuros trabalhos do Centro Cultural araucariense.

Um dos mais recentes trabalhos do encenador pode ser conferido na programação do Festival de Teatro de Curitiba, trata-se do espetáculo Traidor, escrito e dirigido por Gerald Thomas, com o ator Marco Nanini.

A Casa Eliseu Voronkoff também prepara para março a estreia de sua 3ª Mostra integrando a programação do FRINGE, no Festival de Teatro de Curitiba.

Edição n.º 1404

Compartilhar
PUBLICIDADE