Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

A comunidade escolar aguardava há muitos anos pelo anúncio de reforma Colégio Estadual do Campo Guajuvira, localizado na área rural de Araucária. As melhorias irão beneficiar cerca de 550 alunos, sendo 330 deles atendidos pela rede estadual e outros 220 alunos matriculados na Escola Municipal Rosa Pichet. Ambas as instituições funcionam em regime de dualidade.

A reunião técnica para assinatura do contrato e definição dos detalhes da obra aconteceu na manhã de terça-feira, 30 de novembro, no próprio colégio, com a participação de representantes do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional – Fundepar, do Núcleo Regional de Educação, da Câmara Municipal, da APM da escola, do Grêmio Estudantil, da direção e um estudante representante de cada turma. No encontro foi definida a data de início das reformas para 4 de janeiro de 2022, com conclusão prevista em 150 dias.

O valor a ser investido será de aproximadamente R$ 285 mil e os recursos serão provenientes do Fundepar. O projeto de reformas abrange intervenções como a troca do telhado, reformas da cozinha, construção de rampa de acesso na quadra e melhoria da acessibilidade às salas de aula com a readequação do piso. “Nosso colégio nunca passou por uma reforma tão grande e ela veio em boa hora, pois temos novos projetos para pôr em prática em 2022, como a implantação do Curso Técnico Integrado em Agronegócios”, disse o diretor do Guajuvira, Carlos Eduardo Fontalva. Ele também explicou a importância da participação de um estudante por turma durante a reunião técnica. “Eles irão acompanhar tudo e serão os transmissores das informações para os demais estudantes”, frisou.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1290 – 02/12/2021

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM