Colégio Estadual Cívico Militar Dias da Rocha recebe laboratórios didáticos móveis

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Além de visitar as obras de reforma e as atuais condições do Colégio Estadual Cívico Militar Dias da Rocha, o secretário de Estado da Educação, Roni Miranda Vieira, entregou para a instituição 30 tablets para compor o acervo de recursos do laboratório de informática.

Segundo a direção, este será um projeto que vai acontecer em etapas e que se configura como um laboratório didático móvel, que o professor poderá levar para a sala de aula para trabalhar os conteúdos com os estudantes. “O laboratório de ciências, biologia e química funcionará neste mesmo sistema, poderá ser levado para a sala de aula como recurso de apoio aos docentes para efetivação da aprendizagem”, declarou a direção.

Conforme consta no projeto do governo do estado, cada laboratório é composto por itens como microscópio, torso, esqueleto, vidrarias, reagentes químicos, entre outros, que facilitarão a aprendizagem e vão contribuir pedagogicamente para o desenvolvimento dos estudantes nos componentes curriculares de Ciências (anos finais do Ensino Fundamental) e Biologia, Física e Química (Ensino Médio), com vistas à articulação dos conteúdos trabalhados em sala de aula. “Os componentes ficam montados em um carrinho com rodas, permitindo que o equipamento seja transportado entre as salas. Esta também será uma maneira de tornar as aulas mais atrativas”, frisou a direção.

Sobre as obras

Nesse momento o Colégio Dias da Rocha está passando por uma série de reformas que incluem a troca de cobertura e manutenção do almoxarifado, rampas de acessibilidade, reforma da cozinha, construção de quadra poliesportiva e pintura da fachada. E um fato que precisa ser mencionado, até mesmo para tranquilizar a população, é que a fachada histórica do colégio mais antigo da cidade será mantida. “Também solicitamos ao Estado, como parte das reformas, uma cobertura para o nosso pátio, mas esse pedido está sendo avaliado”, comentou a direção.

Foto: Marco Charneski.

Edição n.º 1379

Compartilhar
PUBLICIDADE