Colégio Metropolitana retomou as aulas com o desafio do ensino híbrido | O Popular do Paraná
Compartilhe esta notícia:
Nas salas, alunos já convivem com o ensino híbrido e o distanciamento entre as carteiras. Foto: Marco Charneski

A volta às aulas é sempre um momento de pura expectativa por parte dos alunos e de suas famílias. Ainda mais em um ano totalmente atípico, onde a pandemia impôs mudanças que trasnformaram totalmente a rotina na educação dos seus filhos. No Colégio Metropolitana, o desafio do retorno, que já começou a ser sentido na segunda-feira, 25 de janeiro, foi a retomada do ano letivo com o ensino híbrido, que mescla aulas presenciais com aulas remotas, modelo determinado pelos órgãos responsáveis. Felizmente em 2020, quando a pandemia começou, o Colégio se adaptou rapidamente ao ensino remoto, e para se adequar mais uma vez, aprofundou as pesquisas em relação a essa nova maneira de ensinar. “Realizamos encontros pedagógicos com os professores, com o intuito de aprender sobre as abordagens do ensino híbrido e como utilizar as ferramentas tecnológicas para levar o conhecimento aos nossos alunos”, explicou a diretora Márcia Katuragi.

Além de toda a preparação pedagógica, o Colégio também fez adaptações em sua estrutura, colocando tapetes higiênicos e totens de álcool em gel em vários pontos estratégicos. Adotou ainda o uso do termômetro para aferição da temperatura de todos que ingressam no colégio, além de seguir todas as demais exigências determinadas pelas autoridades sanitárias. “Estamos na primeira semana de aulas, e já foi possível perceber que nas salas os alunos mantiveram o distanciamento obrigatório e o uso das máscaras. As crianças e adolescentes respeitaram direitinho as regras, possibilitando que a aula acontecesse com total segurança”, comentou.

Totens com álcool em gel foram instalados em pontos estratégicos da escola. Foto: divulgação

Segundo a diretora, o Colégio Metropolitana está muito bem preparado para receber todos os alunos, tanto no que diz respeito ao conteúdo pedagógico, quanto nos protocolos de segurança. “Nossos alunos estão se adaptando bem e nossos profissionais estão totalmente aptos a essa nova abordagem de ensino. Podemos afirmar, com certeza, que nosso Colégio está sempre inovando quando o assunto é educação”, pontuou Márcia.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1246 – 28/01/2021

Compartilhe esta notícia:
, , , , ,