Compartilhe esta notícia

A tradicional Feirinha itinerante do Brás, que se instalou em Araucária desde o último dia 20, nas dependências da associação dos funcionários da Labra, no bairro Thomaz Coelho, está irritando os comerciantes locais. Eles reclamam porque todo final de ano a feirinha vem para a cidade e acaba roubando os clientes das lojas locais. Isso porque os lojistas montam barracas e vendem produtos a preços mais baratos dos que os praticados pelo comércio formal. De acordo com os comerciantes da cidade, os feirantes trabalham sem autorização alguma e praticam comércio ilegal, fato que os deixa ainda mais indignados.

“A gente passa o ano todo esperando chegar essa época, quando a população recebe o 13º salário e gasta parte no comércio, daí vem esse pessoal lá de São Paulo e atrapalha nossas vendas, sem pagar imposto e mais nada”, reclamou uma comerciante.

O Jornal O Popular entrou em contato com a Prefeitura de Araucária para verificar se a Feira do Brás está funcionando com autorização. Segundo a Prefeitura, não teve nenhuma solicitação para este evento, inclusive houve denúncia e a equipe de fiscalização da Secretaria Municipal de Urbanismo já foi até o local verificar. A organização do evento terá que apresentar à equipe de fiscalização, a documentação necessária para a realização da feira, caso, contrário, haverá notificação.

Compartilhe esta notícia
Fechar anúncio