Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Os radares terão que ficar em locais visíveis, inclusive os motoristas deverão saber quais serão serão os pontos. Foto: Marco Charneski

Uma resolução publicada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) no último dia 9 de setembro, estabeleceu novas regras para a fiscalização eletrônica de velocidade em todas as vias do país.

Dentre essas alterações, foi proibida a presença de radares escondidos, o que impede os órgãos fiscalizadores de instalar os equipamentos em árvores, marquises, passarelas, postes de energia elétrica, ou qualquer outra obra de engenharia, de modo “velado ou não ostensivo”. Também passa a ser exigida a devida sinalização, por meio de placas, de todas as vias monitoradas. Além das sinalizações, todos os radares fixos terão suas localizações divulgadas nos sites dos órgãos fiscalizadores antes de começarem a operar.

Mas afinal, você deve estar aí se perguntando, quais serão as mudanças que o trânsito de Araucária irá sofrer a partir dessa resolução? O engenheiro de Trânsito da Secretaria Municipal de Urbanismo, Luiz Antônio Gouvêa, explica que a partir da resolução, os radares estáticos portáteis, modelo utilizado pelo Município, agora foram equiparados com os radares móveis, por isso, só poderão ser utilizados, a partir de agora, em vias urbanas com velocidade acima de 60km/h. “Aqui teríamos apenas a rua Manoel Ribas e a avenida Archelau de Almeida Torres que se enquadrariam nessas condições. Outras vias como a avenida das Araucárias, rua Pedro Alcântara Meira, avenida dos Pinheirais e rua Alfred Charvet, classificadas como arteriais ou expressas, também comportariam os radares dentro dessa nova resolução, porém, há outras questões nessas vias que precisam ser analisadas, como a existência de escolas, circulação intensa de pedestres, falta de visibilidade em alguns pontos, entre outras características, que não permitem uma velocidade maior”, esclarece o engenheiro.

Ainda entre as mudanças que deverão ocorrer no trânsito da cidade, será obrigatória a divulgação dos pontos de fiscalização com radares no site da Prefeitura (https://araucaria.atende.net/), além da implantação de placas de sinalização nas vias, indicando que as mesmas são monitoradas por radares. “Na prática, essa regra das placas de sinalização já era dotada no Município”, pontua Luiz.

As novas regras começam a ser aplicadas no dia 1° de novembro para todos os novos equipamentos ou aqueles que forem realocados. Para os já instalados, os municípios e órgãos reguladores terão até novembro de 2021 para se adequarem.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1233 – 08/10/2020

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM