Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Foto: Marco Charneski

Foi em homenagem à Tatiane Spitzner, assassinada na madrugada de 22 de julho de 2018, e a tantas outras paranaenses brutalmente assassinadas, que a Assembléia Legislativa instituiu pela Lei 19.873/2019, o Dia Estadual de Combate ao Feminicídio. O objetivo é incentivar e unificar ações de combate em um ‘Dia D’, quando órgãos públicos, entidades, associações, lideranças políticas e sociedade civil organizada centralizam o discurso em uma única pauta: a necessidade de interromper o ciclo da violência doméstica e evitar feminicídios.

O COMDIM – Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, destaca a importância da luta para redução da violência contra a mulher no município de Araucária e agradece o trabalho realizado pelos órgãos de atendimento e proteção, em especial ao CRAM-Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência e à Patrulha Maria da Penha.

DENUNCIE!

Em briga de marido e mulher se mete a colher, sim!

É importante denunciar ao menor sinal de violência, de modo que a agressão não se torne um feminicídio.

O Disque 180 é o principal canal nacional para prestar queixas. Também é possível ligar para o 190 (em casos de flagrantes), 181 que recebe denúncias anônimas no âmbito estadual e 153 em Araucária. Você precisa de ajuda ? Conhece alguém que precisa ? Fale com a gente. Nós estamos aqui pra Você .

Texto: assessoria

VEJA TAMBÉM