Compartilhe esta notícia

Copel corta “gatos” e moradores protestam - notícias da Geral  - O Popular do Paraná
Protesto dos moradores devido ao corte de energia elétrica parou a região

Copel corta “gatos” e moradores protestam - notícias da Geral  - O Popular do Paraná

Sem energia elétrica, cerca de 200 moradores da ocupação irregular mais conhecida como Jardim Arvoredo, bairro Capela Velha, fizeram um protesto na tarde de quarta-feira, 13 de agosto. Eles queimaram centenas de pneus e bloquearam a Rua Avestruz após a Copel ter cortado a luz de aproximadamente 100 residências que estariam usando ligações clandestinas, os chamados “gatos”.

Segundo alguns manifestantes, a briga dos moradores para tentar regularizar as ligações de energia elétrica na região não é de hoje. “A gente não pensou que eles iriam chegar a esse ponto, de cortar a luz das casas, deixando centenas de pessoas no escuro”, disse um dos participantes do movimento. Ainda de acordo com ele, os moradores jamais se negaram a pagar pela energia, mas a regularização depende da Copel.

Durante o protesto, um funcionário da Copel foi até o local, acompanhado por policiais militares, para falar que a companhia está disposta a regularizar a situação, mas é preciso colaboração dos moradores com relação à documentação.

Em nota, a Copel explicou que na quarta-feira, dia 13, retirou dez ligações clandestinas – que estavam furtando luz – de unidades consumidoras do bairro Capela Velha, sendo seis residências, uma panificadora, um mercado e duas lojas.

A empresa argumentou ainda que o furto de energia é crime e representa a segunda maior causa de mortes com energia elétrica no Brasil. “A Copel ressalta que é do interesse da Companhia levar energia de modo regularizado para toda a população, mas que não pode ser conivente com o furto de energia, que causa risco de acidentes aos próprios moradores e prejudica toda a população, que paga pela energia elétrica que consome”, diz a nota.

Compartilhe esta notícia