Defesa Civil contabilizou 40 residências atingidas e 180 pessoas afetadas pelas fortes chuvas

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

As fortes chuvas que castigaram Araucária no início da semana deixaram um rastro de estragos. Muitas ruas ficaram completamente alagadas e em alguns bairros, famílias tiveram suas casas inundadas e perderam quase tudo que tinham. Também foram registradas quedas de luz em várias residências. De acordo com a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil, na terça-feira (17), os bairros Capela Velha, Campina das Pedras, Centro, Iguaçu e Costeira precisaram de atendimento após registrarem  pontos de alagamentos e inundações.

No Jardim Plínio, a rua Coleiro, em toda sua extensão, teve que ficar interditada até o nível de água abaixar. “A inundação atingiu aproximadamente 10 residências, sem registro de pessoas desalojadas”, informa a Defesa Civil. No Centro, principalmente na Avenida Victor Ferreira do Amaral, uma farmácia chegou a ficar interditada por ter seu estacionamento totalmente inundado. No bairro Iguaçu, pontos de alagamento próximo à praça do Tayrá deixaram vias próximas parcialmente interditadas.

Também houve quedas de árvores, no Iguatemi galhos destruíram o telhado de uma residência, porém ninguém ficou ferido, apenas danos materiais e três pessoas desalojadas. No Campina da Barra, galhos de um pinheiro atingiram a garagem de uma casa. Diversas ruas do bairro Capela Velha também ficaram obstruídas por queda de árvore.

O temporal provocou ainda destelhamento de três residências no Campina das Pedras, e a Defesa Civil disponibilizou aproximadamente 100m² de lona.

Defesa Civil contabilizou 40 residências atingidas e 180 pessoas afetadas pelas fortes chuvas

Balanço

Até o momento, a Defesa Civil de Araucária registrou aproximadamente 40 residências atingidas e 180 pessoas afetadas, sendo três delas desalojadas. Não há registro de desabrigados e feridos. Segundo a estação pluviométrica do Simepar, foi registrado um acumulado de chuva de 46,8mm em menos de 2 horas, durante a tarde.

A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil de Araucária disse que continua monitorando as ocorrências para eventual intervenção e acionamento dos órgãos competentes. Solicitações de emergências podem ser repassadas pela central 153 da Guarda Municipal ou pelo telefone 199 ou pelo telefone administrativo 3614-7570. Outras situações decorrentes de chuvas ou temporais podem ser atendidas pelo Corpo de Bombeiros (193 – Resgate e Salvamento) e pela Copel (falta de luz, queda de árvore em rede elétrica).

Compartilhar
PUBLICIDADE