Várias ruas da cidade foram atingidas pelos alagamentos. Foto: divulgação

As chuvas não estão dando trégua nas últimas semanas. Desde a última segunda-feira, 17 de janeiro, a Defesa Civil de Araucária atendeu diversas ocorrências de alagamentos, deslizamentos, quedas de árvores e até quedas de muros, em vários pontos da cidade. Felizmente não houve registros de feridos, desabrigados e desalojados,

Considerando que há previsão de mais chuvas fortes para a região, a Defesa Civil orienta as pessoas sobre como agir em casos de alagamentos. Uma das recomendações é não deixar crianças brincarem nas águas de inundações, alagamentos e enxurradas. Além de vários perigos, elas poderão estar contaminadas. Caso o morador perceba que o volume de água está subindo, ameaçando seus bens, ele deve tentar colocá-los a salvo, em um nível elevado. Mas atenção, isso se a situação não apresentar riscos. Se por algum motivo, a pessoa ficar ilhada, deve ligar para o 193 Corpo de Bombeiros.

Outras orientações repassadas pela Defesa Civil é proteger-se em locais elevados até a água baixar; estando em veículo, se possível, estacionar em um local elevado e esperar a água baixar. Não pare o carro próximo a árvores ou postes: evite atravessar áreas alagadas e fique longe de postes e linhas de transmissão caídas. “Importante ressaltar que choque elétrico é o segundo maior causador de mortes durante as inundações. A eletricidade é transmitida facilmente pelas áreas alagadas. Se possível, acione a companhia elétrica da cidade para cortar a luz destas áreas inundadas”, recomenda o coordenador técnico da Defesa Civil, Dirley Tokarski Borges.

Ocorrências

Segundo a Defesa Civil, na tarde de sábado, 15 de janeiro, teve deslizamento de terra e queda de muro no bairro Iguaçu, onde duas residências foram interditadas preventivamente e sete pessoas ficaram desalojadas, tendo que se abrigar na casa de parentes e hotéis, porém ninguém se feriu. “Também identificamos pontos de alagamentos nos bairros Capela Velha e Thomaz Coelho. A situação do deslizamento foi monitorada até que as pessoas pudessem voltar para suas casas”, disse Tokarski.

Com relação à chuva que atingiu Araucária na tarde de segunda-feira, dia 17, a coordenadoria informou que foram registradas situações de alagamentos no Centro e no Capela Velha, com registro de três quedas de árvores. Também não houve pessoas feridas, desabrigadas e desalojadas.

“A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil de Araucária continua monitorando as ocorrências para eventual intervenção e acionamento dos órgãos competentes. A Defesa Civil atende solicitações de emergências pela central 153 da Guarda Municipal ou pelo telefone 199 e pelo telefone administrativo 3614 7570. Outras situações decorrentes de chuvas ou temporais podem ser atendidas pelo Corpo de Bombeiros (193 – Resgate e Salvamento) e a Copel (falta de luz, queda de árvore em rede elétrica)”, observou o coordenador.

Ele lembra que estamos na estação que possui como característica a ocorrência de pancadas de chuvas localizadas, acompanhadas de temporais, que podem alcançar altos volumes em um curto período de tempo e causar transtornos como alagamentos e inundações. “Salientamos que os temporais podem estar associados à granizo e ventos intensos”, frisou.

Alertas por SMS

Tokarski lembrou que as pessoas podem receber no seu celular alertas e informações da Defesa Civil do Paraná sobre risco de mau tempo na sua região como deslizamento, inundação, alagamento, enxurrada, granizo e vendaval. Para se cadastrar, basta enviar SMS com o CEP da sua região para o número 40199.

A Defesa Civil responde com mensagem de confirmação do seu cadastro e a partir deste momento você passa a receber alertas periódicos sobre a situação de maior gravidade na sua região. Essas mensagens servem de alerta e prevenção no caso de ocorrências mais graves, que possam causar estragos e danos à população.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1295 – 20/01/2022

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

Compartilhe

Share on twitter
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp