Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

A Defesa Civil de Araucária deverá receber nova viatura, uma caminhonete 4×4 totalmente equipada, nas próximas semanas. Isto porque nesta terça-feira, 25 de setembro, após concorrência de licitação, a Volkswagen foi a vencedora com melhor proposta.

A viatura será uma Amarok, que será entregue com guincho giroflex, rádio transmissão, compartimento no teto para carregar lona, cordas e demais equipamentos para salvamento, entre outros acessórios, tornando o veículo completo para a atuação do departamento. “Será a primeira viatura da Defesa Civil de Araucária. O veículo terá todas as condições para entrar em terrenos acidentados, sendo bem diferente das demais viaturas usadas para patrulhamento ostensivo”, disse o guarda municipal, Eudes Erdeman. Segundo ele, com esse veículo a Defesa Civil está começando a receber a devida infraestrutura que merece e precisa para atender a população. “Estimamos que essa viatura tenha vida útil de 10 a 15 anos”, comentou o GM.

Após concorrência entre as empresas Mitsubishi e Volkswagem, esta apresentou orçamento de R$ 149 mil após competição de preço. “Foi realmente surpreendente e um verdadeiro sucesso. Pois tínhamos uma verba de R$ 180 mil. Agora, com o valor que restou, cerca de 30 mil reais, iremos investir em outros equipamentos de segurança para a corporação. Nosso orçamento é escasso, então comemoramos quando houve o leilão e a cada real que sobrava já pensávamos onde poderíamos investir. Hoje temos equipamentos que precisam ser renovados, bem como alguns para trabalhos internos e administrativos, visto que a verba deste ano foi menor que a do anterior”, afirmou.

Após homologação do processo, o que deve acontecer nos próximos cinco dias, a empresa vencedora informou que o veículo será encaminhado a São Paulo, em uma empresa especializada neste tipo de padronização. “A empresa trabalha com transformação de viaturas militares, entre outras. Então, após a ratificação, a caminhonete receberá a devida estrutura, será plotada e acreditamos que em um prazo de 90 dias já esteja disponível, em condições de uso, para o município”, informou o GM.

Publicado na edição 1132 – 27/09/18

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM