Pesquisar
Close this search box.

Delegacia de Araucária elucida feminicídio da empresária Rozelia Caldas e cumpre mandados nas residências dos foragidos

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

A Delegacia de Araucária concluiu as investigações do feminicídio de Rozélia Maria Martins Caldas, 50 anos, que foi assassinada em Araucária no sábado, 7 de janeiro. A empresária foi morta com dois tiros, logo após desembarcar às pressas de um veículo, pedindo socorro.

No último sábado (14), os policiais civis cumpriram mandados de busca nas residências de José Dirceu de Caldas, ex-marido da vítima, e Jonatas Caldas, filho do ex-marido da Rozélia. Os dois estão foragidos e as autoridades apreenderam documentos e aparelhos eletrônicos que comprovam a autoria do feminicídio.

Os policiais civis ainda apreenderam dois veículos. O carro, utilizado para abordar a vítima na noite do fato, foi encontrado no município de Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba e outro veículo, utilizado para a fuga, estava em um posto de gasolina, na Capital.

Conforme apurado nas investigações, a motivação do crime está ligada ao início de um novo relacionamento da vítima, que foi casada com um dos suspeitos por 34 anos. Os disparos que vitimaram Rozelia teriam sido efetuados pelo filho de seu ex-marido.

Denúncias

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) solicita a colaboração da população com informações que auxiliem na localização dos procurados.

As denúncias podem ser feitas de forma anônima, pelos números 197 da PCPR, 181 Disque-Denúncia, ou pelo (41) 3641 – 6000 (DP Araucária) diretamente à equipe de investigação da Delegacia da Mulher e do Adolescente.