Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

A Polícia Civil de Araucária está investigando as recentes tentativas de sequestro contra mulheres que vem ocorrendo na cidade. Dois dos casos foram registrados em situações distintas, em ruas da região central, quando três suspeitos, em um Voyage prata, pararam do lado das vítimas e tentaram puxá-las para dentro do veículo. Uma das mulheres registrou um boletim de ocorrência, que desencadeou a investigação por parte da Delegacia local.

Segundo a DP, não foram apenas essas duas situações que chegaram ao conhecimento da polícia, e para ajudar na identificação dos possíveis suspeitos, a vítima que registrou o B.O. fará um retrato falado junto ao Instituto de Identificação, nos próximos dias.

Importante denunciar

O recente aumento de casos de tentativas de sequestro ou mesmo de importunação sexual tem relação com a mudança cultural das vítimas e da própria sociedade em denunciar estas condutas criminosas. Além disso, a própria tecnologia também trouxe importante ferramenta para o meio de prova, porque fatos gravados são facilmente comprovados e situações relatadas em redes sociais acabam incentivando outras vítimas a denunciarem, porém o registro do boletim de ocorrência é sempre o melhor caminho.

Como se proteger

A diretora da Guarda Municipal, Jaqueline Dias, orientou que as mulheres devem estar sempre em estado de alerta, pois o marginal escolhe as vítimas mais vulneráveis. “O celular, por exemplo, pode estar de fácil acesso, porém não deve ser uma distração. A mulher deve pedir ajuda assim que possível, e buscar as autoridades policias”, aconselhou.
Jaqueline lembrou que está em trâmite no Senado Federal o Projeto de Lei (PL) 1928/21 que viabiliza a comercialização, aquisição, posse e porte de spray de pimenta e armas de eletrochoque para fins de defesa pessoal.

“Caso a medida venha a ser aprovada, o texto também estabelece a compra de spray de pimenta, gás de pimenta ou ainda gás de oleorresina de capsicum (OC) que possuam volume de até 50ml. Será possível ainda, a venda acima da quantidade descrita anteriormente, hoje se mantém autorizada apenas para órgãos como as Forças Armadas, de segurança pública onde incluí as Guardas Municipais”, observou.

Publicado na edição 1284 – 21/10/2021

VEJA TAMBÉM