Pesquisar
Close this search box.

Demora para agendar consultas com clínico geral preocupa usuários da UBS Santa Mônica

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

A demora no agendamento de consultas com clínico geral é a principal preocupação dos moradores do bairro Iguaçu que utilizam os serviços da Unidade Básica de Saúde – UBS Santa Mônica. De acordo com eles, os agendamentos estão demorando mais de dois meses, o que consideram um absurdo pelo porte que a unidade possui. “A gente fica indignada porque as consultas com o clínico geral não demoravam tanto assim, o que demoravam eram as consultas com especialistas, só que ninguém explica o que está acontecendo”, disse uma moradora. Outro morador contou que marcou consulta na UBS com o clínico e está esperando há cerca de 50 dias. “É triste porque a comunidade depende desse postinho e não está conseguindo nem ter o básico”, alega.

Sobre as reclamações dos usuários, a Secretaria Municipal de Saúde informou que aumentou a procura por consultas médicas na unidade de saúde do Santa Mônica, atualmente existem 28 156 pessoas cadastradas na unidade e as consultas agendadas estão de fato demorando mais do que um mês. A Saúde reforçou que a UBS conta com vagas do dia que são utilizadas a partir da avaliação da equipe para os casos urgentes.

E completou que um dos princípios do Sistema Único de Saúde é a universalidade, ou seja, todos tem o direto de acesso à saúde, porém o SUS possui outro princípio que é a territorialização, desta forma cada unidade é responsável pelo cuidado com a população de referência. Por isso a importância de realizar as consultas na sua unidade, para a continuidade nos acompanhamentos, já que os exames e consultas externos são gerenciados pela unidade onde o usuário tem o cadastro.

A SMSA afirmou ainda que não mede esforços para garantir o atendimento à população e que com frequên­cia abre processos seletivos com vagas para clínicos gerais, no entanto, existe o desafio de conseguir efetivar esses profissionais. “Aproveitamos para compartilhar que Araucária realizou adesão à modalidade coparticipação do Projeto Mais Médicos para o Brasil (Edital SAPS Nº 11), dessa forma receberá 18 médicos referente a esse edital, que iniciarão suas atividades entre os dias 18 e 22 de setembro, contribuindo para o atendimento da população e reduzindo o tempo de espera por consulta”, frisou a secretaria.

Edição n.º 1378