Pesquisar
Close this search box.

Dermatologista alerta sobre os riscos do câncer de pele durante o verão

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

O verão é a estação do ano que proporciona vários momentos de lazer ao ar livre, todos querem desfrutar os dias ensolarados em parques, praias, cachoeiras e piscinas. Porém, é essencial não esquecer dos cuidados redobrados com a pele, para evitar que a diversão se transforme numa preocupação. Lembrando que o câncer de pele, um dos vilões da estação mais quente do ano, corresponde a 30% de todos os tumores malignos registrados no Brasil e é um dos tipos mais comuns no mundo.

A dermatologista Thais Thume, da Clínica São Vicente, separou algumas orientações para quem deseja curtir o verão tranquilamente. Primeiramente, ela reforça que o câncer de pele atinge principalmente os idosos, mas é cada vez mais frequente em adultos mais novos e jovens. “Os três principais tipos de câncer de pele são o carcinoma basocelular, carcinoma espinocelular e melanoma. Este último, principalmente, com forte relação hereditária e que requer uma atenção maior. Os principais sinais e sintomas para suspeita são: ferida na pele que não cicatriza ou apresenta sangramento; lesão escurecida que aumentou seu tamanho, ficou mais escura ou com as bordas irregulares ou lesão que apresente um padrão diferente das demais lesões, explica.

A dermatologista reforça que apesar dessas características, devemos ficar em alerta com toda pinta nova que apareça em nosso corpo, ela deve ser examinada por um médico dermatologista e revisada por ele na frequência determinada em consulta médica.

Ela frisa ainda que a suspeita diagnóstica ocorre em consulta, através de um exame chamado dermatoscopia, que é feito pelo médico especialista. “Após a suspeita é realizada a biópsia e enviada para um médico patologista analisar o tipo do tumor, profundidade e outras características importantes para melhor direcionar o tratamento. O tratamento, em sua grande maioria, é cirúrgico, muitas vezes com necessidade de retalhos e enxerto, mas em alguns casos podem ser utilizadas outras alternativas, como crioterapia e medicamentos tópicos aplicados em casa ou no consultório”, exemplifica.

Dicas importantes

Dra Thais afirma que as pessoas devem usar corretamente e reaplicar o protetor solar, seja em dias ensolarados, ou mesmo em dias nublados. Também é indicado evitar o sol no horário das 10h às 16h, usar chapéu e viseiras e aplicar protetor labial. “É importante ainda procurar um médico dermatologista para revisar toda sua pele”, sugere.

Serviço

Para agendar consultas com a dermatologista Thais Thume (CRM 41916) ou demais especialistas da Clínica São Vicente, o endereço é Rua São Vicente de Paulo, nº 250, Centro. O horário de atendimento é de segunda a sexta das 7h às 22h, aos sábados das 8h às 19h e nos domingos e feriados das 13h às 19h. Contatos pelo telefone (41) 3552-4000 ou whatsapp (41) 98780-1440.