Educação infantil, uma etapa essencial da educação básica | Araucária
Compartilhe esta notícia:

Nos últimos quatro anos, os investimentos em educação foram os maiores da história de Araucária. Ampliações, reformas e construções estão sendo entregues rotineiramente, à população.

Na educação infantil, por exemplo, foram entregues durante a pandemia 8 CMEIs, que juntos somam mais de 1.500 novas vagas para essa etapa tão importante da educação.

Com um esforço conjunto entre os departamentos da Secretaria da Educação, e contando com a parceria das Secretarias de Planejamento, Obras e Finanças, a fila das crianças de zero a três anos foi obliterada no último mês de dezembro.

Muitas famílias se questionam sobre a importância da educação infantil e como ela é distribuída dentro das unidades que atendem as crianças. Vamos explicar a divisão da Educação Infantil e entender a sua importância na formação do indivíduo.

A Educação Infantil, segundo a BNCC (Base Nacional Comum Curricular), divide-se em Direitos da Aprendizagem e Desenvolvimento e Campos de Experiências. Esses dois eixos são a base para o desenvolvimento dos Objetivos de Aprendizagem e Desenvolvimento de cada etapa da Educação Infantil. Assim, as etapas são divididas em Bebês (0 a 1ano e 6 meses), Crianças Bem Pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses) e Crianças Pequenas (4 anos a 5 anos e 11 meses). Uma observação importante a fazer nesta divisão, é que a etapa Bebês e Crianças Bem Pequenas não são obrigatórias para as famílias e que a etapa Crianças Pequenas já é obrigatória e a criança precisa estar matriculada em uma Unidade Educacional.

Ressaltamos que a Educação Infantil como um todo é importante para o desenvolvimento da criança, porém quando ela chega aos 4 anos, estas passam a fazer parte do grupo obrigatório da Educação Básica (que é de crianças/estudantes de 4 a 17 anos). Essa obrigatoriedade foi promulgada em 2009 e oficializada na LDB 2012.

Como etapa da Educação Básica, as Unidades Educacionais não têm a imposição em oferecer ensino integral, porém esta é uma política pública que a nossa administração estará viabilizando gradativamente na Educação Básica ao longo dos próximos anos respeitando a Lei do Plano Nacional de Educação, n⁰ 13.005/2014.

Assim, a educação infantil neste município vai garantindo atendimento de qualidade voltado a interações e brincadeiras, visando o processo educativo, pois além da aquisição de materiais para a melhoria da infra-estrutura, foram adquiridos livros de literatura, brinquedos, jogos e materiais que proporcionam aos profissionais da educação um atendimento com qualidade que possibilite aprendizagens, desenvolvimento e socialização.

Além dos investimentos nos espaços educacionais, que proporcionam a todos melhorias e qualidade no processo de ensino aprendizagem, para toda a faixa etária obrigatória de ensino.

Contudo ressaltamos, que quando as atividades puderem ser realizadas presencialmente, os CMEIs contarão com 42 novos educadores que tomaram posse no último dia 02 para que cada vez mais possam ser efetivadas práticas educacionais voltadas a um desenvolvimento significativo das crianças.

Se você precisa realizar o cadastramento de seu filho(a) ou gostaria de alguma informação sobre esse processo de inserção da criança na fila dos CMEIs mande uma mensagem de WhatsApp para o número: 3614-7438, que a Central de Cadastramento Escolar tira todas as suas dúvidas.

Publicado na edição 1249 – 18/02/2021

Compartilhe esta notícia:


Aproveite, cadastre seu email para receber novidades!