Compartilhe esta notícia

Na quinta-feira da última semana, 9 de agosto, a Guarda Municipal recebeu uma denúncia de crime ambiental oriundo de uma desentupidora localizada no bairro Sabiá, na rua Marcelino Jasisnki.


A GM e fiscais do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), foram ao local e constataram um vazamento pela rede hídrica da Sanepar. Após constatar e percorrer toda a extensão onde o líquido estava escorrendo, as autoridades descobriram que o produto era óleo misturado com esgoto que saía de uma empresa situada na mesma rua e escorria para um pequeno riacho da região.

O proprietário da empresa foi localizado e notificado pelo IAP para recuperar imediatamente a área contaminada. De acordo com guardas municipais, no mesmo momento o dono da desentupidora iniciou as atividades para limpeza da área.

O proprietário da empresa deve pagar multa e no próximo dia 20 deverá comparecer ao IAP para apresentar as documentações exigidas quanto à destinação correta do material, conforme determina a legislação.

Publicado na edição 1126 – 16/08/18

Compartilhe esta notícia