Meu saudoso amigo Mieli gostava de repetir que a tarefa mais inglória do ser humano seria provar o óbvio, completaria acrescentando que o que parece óbvio a um cristão coxa branca pode não ser óbvio a um muçulmano athleticano, isto para não descambar para outras egolatrias. Tente discutir com um terraplanista que a terra é redonda e verás em que inferno se intrometeu.

Pessoa de formação sensata sabe muito bem que ninguém dá aquilo que não tem, independente se é amor ou dinheiro, se não tem, fica sem. Se o que parece óbvio no particular imaginem se é assunto de Estado, aí complica pois entra o ego das preferências e o ego cega, imagina se acompanhado das benesses do poder, então caímos no bate boca.

Estamos em períodos pré e eleitorais e alguns trololós verborrágicos federais vêm à tona, como foi o caso dos empréstimos do Brasil, via financiamentos do BNDS ao exterior.

Em primeiro lugar o empréstimo foi em REAIS, e não em dólar. Quando você consegue fazer um país aceitar empréstimos em sua moeda, principalmente se for para obras, que é prestação de serviço, ele vai contratar empresa de seu país, mais de 200 mil brasileiros trabalhavam no exterior só pela Odebrecht antes da Lava Jato. Isto significava que o Brasil estava expandido a área de aceitação do REAL como moeda, é como aumentar seu PIB. Na prática quando o país aumenta o PIB ele pode emitir moedas sem gerar inflação. Se o PIB é 100 o total de moedas é Se o PIB subir para 120, ele poderá emitir mais 20 em moedas sem gerar inflação.

Um lembrete em boa hora:- Agora se o Brasil der independência ao BACEN ele poderá reduzir o depósito compulsório dos bancos, transferindo o lucro deste crescimento aos Bancos (fiquem de olho, a Rede Globo vai te enganar de novo)

Continuando a explicação:- Isto foi o plano Marshal dos americanos no pós guerra. Quando o mundo aceitou negociar em dólar, os EUA emitiram moedas sem lastro sem gerar infl ação porque esta moeda iria ser usada nas outras economias mundiais. Aí o Banco Central Americano, só imprimia as moedas e criava uma dívida mundial para com os Estados Unidos, portanto poderia ser até sem juros. O lucro estava na aceitação do Dólar como moeda.

O Brasil começou a fazer isto na América Latina (um país consegue isto quando os outros tem confiança nele). Foi por isto que eles atacaram estes empréstimos do BNDS e todos os idiotas nacionais que se julgam patriotas (Verdadeiros idiotas) começaram a falar que estavam jogando nosso dinheiro fora.

Foi para desmontar esta expansão de nossa moeda que os EUA fez a Lava Jato, visando destruir as empreiteiras nacionais e também atacou nos países onde elas atuavam.

Publicado na edição 1305 – 31/03/2021

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

Pablo Rosales é campeão brasileiro de jiu jitsu

O araucariense Pablo Rosales, 15 anos, aluno do colégio metropolitana, se consagrou campeão no Campeonato Brasileiro de Jiu Jitsu, organizado pela Confederação Brasileira (CBJJ). O

Compartilhe

Share on twitter
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp