Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Quem foi ao Parque Cachoeira, em Araucária, na noite desta Sexta-feira Santa, 30 de março, viu um espetáculo daqueles que ficam na memória. A encenação da Paixão de Cristo, uma realização do Grupo Lanteri com o apoio da Prefeitura de Araucária, emocionou a multidão presente ao Parque. Foram quase três horas de apresentação de momentos marcantes da história de Jesus Cristo contados com a participação de 800 voluntários (22 deles de Araucária) em um palco de 843 metros quadrados.

Apoio

A Prefeitura de Araucária realizou diversas ações necessárias para dar o seu apoio à realização do evento na cidade. Como o mais importante era fazer com que a população pudesse prestigiar a encenação, a Prefeitura colocou uma linha especial de ônibus ligando o Terminal Central ao Parque Cachoeira e, além disso, garantiu a gratuidade da tarifa (a partir das 16 horas desta sexta-feira) em todos os ônibus do sistema local de transporte coletivo (Triar). Desta forma, o morador de Araucária não precisou ter custos para ir ao grande evento.

Pouco tempo antes do início do espetáculo, o fundador e diretor artístico do Lanteri, Aparecido Massi, reuniu os atores e fez um agradecimento público ao município de Araucária, na presença do prefeito Hissam Hussein Dehaini, por apoiar e tornar possível a realização do evento e pela acolhida que tiveram. O prefeito Hissam também agradeceu a presença do grupo em Araucária e desejou que esta não seja apenas uma única apresentação no município.

Prata da casa

Neste ano, o papel de Maria, a mãe de Jesus, foi de Arnieta Mansur Ferreira, advogada e atriz moradora de Araucária. Ela conta que já tem mais de 10 anos de trabalho com o Grupo Lanteri e se emocionou com o convite desse ano. “É uma honra, um presente de Deus, poder representar Nossa Senhora”, disse. Sobre a preparação para uma das principais personagens da história, Arnieta deixou o seu interior falar mais alto. “Não foi o lado artístico, foi o lado da fé. Creio muito na ‘minha mãe’. É muita emoção”, revelou.

Famílias, incluindo muitas crianças, acompanharam e as passagens sobre milagres, a reunião dos discípulos, as acusações, a condenação, morte e ressurreição de Cristo. Parentes dos atores também estiveram presentes ao evento. Conceição Imaculada de Abreu, moradora no CIC, em Curitiba, teve duas filhas participando da apresentação deste ano. Ela conta que acompanha a encenação realizada pelo Grupo Lanteri há 6 anos. “Foi muito lindo. Araucária está de parabéns”, avaliou. Marlene Beuting de Oliveira, moradora no Sítio Cercado, em Curitiba, é outra que segue o espetáculo do Grupo Lanteri há anos e tem familiares que participam: filhas, genro, sobrinhos e cunhado. “É bem bonito. Emociona bastante”, contou.

Texto: SMCS/PMA – Fotos: Carlos Poly/SMCS-PMA

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM