fbpx

Os discípulos pediram a Jesus que lhes ensinasse a rezar, e, ele, então, ensina a eles a oração maravilhosa do Pai Nosso. Uma oração traduzida em todas as línguas do mundo e, com certeza, a mais conhecida de todas. É normal vermos pessoas rezando em diversas ocasiões da vida, mas, muitas vezes de modo automático, sem penetrar na sua profundidade e naquilo que ela realmente está nos pedindo. Repetimos palavras, sem nos atermos àquilo que elas têm a nos dizer. Essa oração sintetiza toda a mensagem cristã. Na Igreja primitiva os catecúmenos a aprendiam diretamente do bispo. Era como o compêndio de todo o conhecimento sobre Deus e sobre a vida cristã, instrução que lhes foi transmitida durante o longo período de preparação para o Batismo. Porém, não é suficiente rezar, mas saber como rezar. Por isso Jesus ensinou aos seus discípulos uma oração, que deve servir como modelo.
Quando rezardes, dizei: ‘Pai Nosso.’ Em primeiro lugar, Jesus nos ensina a chamar Deus de Pai, ou seja, nos coloca na condição de filhos queridos e muito amados. Mas um Pai que é de todos e, nos coloca como irmãos uns dos outros. Rezar ‘Pai Nosso’ nos compromete a vivermos a fraternidade. Quem não acolhe o outro como irmão, não importa quem ele seja, sua cor, raça, sexo, religião, classe social, não compreendeu o significado inicial e fundamental dessa oração.
‘Santificado seja o vosso nome’. O seu nome só é glorificado quando a sua salvação alcança o homem. Um aleijado restabelecido, um coração libertado do ódio, um pecador que reconquista a felicidade, uma família que reconstrói a harmonia doméstica ‘santificam o nome de Deus’, porque fazem a pessoa exultar num grito de alegria e de gratidão. Deus se reflete na pessoa do irmão, criado à sua imagem e semelhança. Como dizia Santo Irineu: ‘a glória de Deus é o homem vivente’.
‘Venha o vosso reino’. O Reino que Jesus veio anunciar é carregado de amor, de justiça, de solidariedade, de acolhida, onde todos possam viver dignamente, sem exclusão e sem diferença social. É um Reino de paz, e, não de guerras, de ódio, de vingança, de mentira, de inveja, de destruição. Quando pedimos que venha entre nós o seu Reino, naturalmente nos comprometemos em sermos construtores desse Reino de paz, de amor, e, vivermos de acordo com os princípios do evangelho.
‘Dai-nos hoje o pão necessário ao nosso sustento’. É sempre uma oração que me leva ao encontro do outro, e, para que todos tenham o pão de cada dia. Rezar o Pai nosso é ir contra todo tipo de egoísmo, de ganância, de competição que destrói o outro, de indiferença com a dor e o sofrimento do outro. É comprometer-se em ser um instrumento a serviço da vida de todos. Quem reza o Pai nosso se coloca num permanente estado de exame de si mesmo. Não pode pedir o ‘Pai Nosso’, quem só pensa em si mesmo e que não trabalha, mas vive às custas dos outros.
Quem reza o Pai Nosso, se coloca numa atitude de perdão aos irmãos. Quem é incapaz de perdoar, jamais entenderá o que significa essa oração. E, por fim, rezamos pedindo que nos livre de todas as tentações; do poder que massacra, do ter que exclui os outros e do prazer que só pensa única e exclusivamente em seu bem estar.

Ensina-nos a rezar, O Popular do Paraná

Publicado na edição 1321 – 22/07/2022

VEJA TAMBÉM

Mais vagas

O prefeito Hissam Hussein Dehaini (Cidadania) acaba de enviar à Câmara de Vereadores um projeto de lei aumentando o número de vagas para o cargo

Enem 2024: saiba o que muda na prova

O Novo Ensino Médio está sendo aplicado desde o início deste ano e para se adequar ao formato, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)

Máquina Fotográfica

Iéu ficando zoiando o retrato da familha dependurado na sala de casa, nóis tudo pequeno fazendo uma escada de 5 fio porque Flortcha inda estando

“Ai de vós hipócritas”

Vivemos na sociedade do consumo onde o dinheiro é o supremo objetivo do dia a dia, que adorado como deus justifica nosso status, e todos

A você Pai, a nossa eterna gratidão

Uma das figuras mais emblemáticas e significativas em nossa vida, é a do nosso pai. Nesta palavra tão curta, está contida a história de um

O inesquecível Bar do Donato

Aqui temos o interior do antigo Bar do Donato. Quem conheceu nunca esquece deste lugar. O bar localizava-se na Praça Dr. Vicente Machado e sua

As pessoas têm direito de mudar seus nomes?

Muitas são as pessoas que nos questionam acerca da possibilidade ou não de alteração de seus nomes. Seria possível? Vejamos!De início se diga que, qualquer

Estudantes: parabéns!

Eu sempre gostei de ir à escola. Motivo de piada por parte de meus colegas e irmãos, eu admitia: ia para a escola para estudar.

Compartilhe