Entenda o que são ovários policísticos, doença da atriz Larissa Manoela

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

A atriz Larissa Manoela, de 21 anos, usou suas redes recentemente para falar que além da endometriose, havia recebido o diagnóstico de síndrome do ovário policístico. A notícia despertou a curiosidade de internautas e motivou muitas buscas sobre o assunto na internet. A síndrome dos ovários policísticos (SOP) está entre as principais causas de infertilidade no público feminino e afeta em média 15% das mulheres em idade reprodutiva.


Sem causa específica estabelecida, a ginecologista Thaís Barberini, da Clínica Médica São Vicente, explica que a síndrome dos ovários policísticos é uma das condições clínicas mais comuns entre as alterações endócrinas que afetam mulheres em idade reprodutiva. A causa ainda não é esclarecida, pois vários fatores estão envolvidos.


Segundo ela, nas pacientes que apresentam essa patologia podem ser observados ovários com policistos em ultrassonografia de região pélvica, distúrbios de ovulação/menstruação e hiperandrogenismo, caracterizado por aumento de pelos no corpo (hirsutismo), queda de cabelo (alopecia) e espinhas (acnes). “Os sintomas que podem ser um alerta para a síndrome estão a alteração de ciclo menstrual, aumento de pelos pelo corpo, aumento de acnes, aumento de peso, entre outros. A SOP acomete de 6% a 16% das mulheres em idade reprodutiva”, esclarece a médica.


Diagnóstico e tratamento


O diagnóstico da síndrome do ovário policístico pode ser feito através da avaliação em consulta com ginecologista, onde será avaliada a história clínica e solicitado exame de imagem, se necessário. Quando confirmada a doença, o tratamento é indicado após uma abordagem completa da paciente e é importante para prevenir qualquer risco à saúde a longo prazo.
“Os objetivos são aliviar as manifestações hiperandrogênicas, controlar alterações metabólicas, regular ciclo menstrual e ovulação da paciente. Ressalto que em primeiro lugar é necessária a mudança no estilo de vida através de alimentação saudável, atividade física e redução de peso. Também pode ser necessário tratamento medicamentoso, avaliado individualmente”, reforça Dra Thaís.


Serviço


Para mais informações e consultas com a Dra Thais Barberini (CRM 41.370), os telefones de contatos da Clínica São Vicente são 41) 3552-4000 ou whatsapp (41) 98780-1440. O endereço é Rua São Vicente de Paulo, nº 250, no Centro de Araucárias. O horário de atendimento é de segunda a sexta das 7h às 22h, aos sábados das 8h às 19h e nos domingos e Feriados das 13h às 19h.

Entenda o que são ovários policísticos, doença da atriz Larissa Manoela
Foto – divulgação

Texto: Maurenn Bernardo

Compartilhar
PUBLICIDADE